Portugal
A primeira expulsão de Lage em 355 jogos. "É normal que esteja desgostoso"
2019-04-18 23:45:00
"É normal que fique desgostoso", explicou o técnico encarnado

Após 354 jogos como treinador do Benfica, escalões jovens incluídos, Bruno Lage foi pela primeira vez expulso.

"Na Liga Europa, existe um monitor junto ao banco. Quando foi o lance do golo, vim para o banco e, quando reparo nessa televisão que há fora de jogo, dirijo-me ao quarto árbitro e digo que está fora de jogo. Apesar de não haver VAR na Liga Europa, fiz o sinal do VAR ao árbitro. Se fui ofensivo para o árbitro, peço desculpas. Depois de ter feito 354 jogos pelo Benfica, em todos escalões, é normal que fique desgostoso por ser expulso desta forma", desabafou.

O técnico recusou que a sua expulsão tenha condicionado os encarnados: "Não me vou justificar com o árbitro. O momento é de estarmos unidos. Faço um apelo para que os nossos sócios e adeptos para estarmos unidos e juntos nestas cinco finais que temos, num campeonato em que fizemos uma recuperação fantástica. No final, cá estaremos para analisar a época. Serei o rosto do que foi o insucesso na Taça de Portugal e na Liga Europa, mas acredito que temos jogadores que querem dar uma grande alegria aos nossos sócios. Não vale a pena olhar para trás e lamentar. É seguir em frente".

Comentando o jogo, Bruno Lage lembrou as "duas ou três oportunidades de golo" nos primeiros 15 minutos da segunda parte, assim como "a oportunidade do Salvio" no final.

"Faltou inspiração individual e coletiva. Não soubemos tirar partido de jogar contra este sistema, sobretudo quando saímos a jogar pelo lado esquerdo. Após o intervalo, conseguimos alterar as coisas da melhor maneira e, pelas oportunidades que temos no início da segunda parte, merecíamos ter feito um golo. É pena. Saímos de mais uma competição, depois de mais uma eliminatória que termina empatada e em que fomos prejudicados pelos golos sofridos em casa", concluiu.

Sê o primeiro a comentar: