Portugal
"A manutenção fica mais difícil, mas isto não acabou", destaca Pepa
2019-04-28 18:40:00
Tondela saiu derrotado do Funchal

Pepa, treinador do Tondela, admite que a derrota sofrida frente ao Marítimo complica as contas da manutenção mas destaca que sua equipa depende de si própria para atingir o objetivo. 

"Complica. Fica mais difícil [a luta pela manutenção], mas isto não acabou. A equipa com o maior controlo emocional nestes últimos três jogos é a que vai ficar na I Liga. Continuamos a depender de nós, portanto é a isso que temos de nos agarrar. Foi um jogo difícil de gerir em termos emocionais dentro do campo porque, sem tirar o mérito ao Marítimo, que fez um jogo muito agressivo, a disputar todos os lances como se fosse o último", analisou. 

"Num lance fortuito, que também foi trabalhado, um lançamento longo que sofreu alguns ressaltos, o Marítimo acabou por fazer golo, no primeiro remate à baliza, quando estávamos melhor no jogo e, depois, acusámos um bocado. O segundo foi um grande golo, em que recuámos, mas que devíamos ter atacado a bola e acabou por nos tirar completamente do jogo, quando ainda estávamos à procura de, pelo menos, um golo para forçar tudo nos últimos minutos", acrescentou. 

"Tivemos três oportunidades claríssimas de golo, em que fomos infelizes e o Charles fez grandes defesas. Não é por ter mais ou menos jogadores na frente e a equipa tem estado bem neste sistema. Tivemos mais cantos, mais remates, mais posse de bola. O que conta são os golos e a eficácia. Aí é a diferença", rematou Pepa.

Sê o primeiro a comentar: