Modalidades
Patrão da KTM responde a Miguel Oliveira e diz que português quis ficar na Tech3
2019-10-24 13:45:00
Mudanças na equipa de fábrica não agradaram ao piloto luso que fez um desabafo

O patrão da KTM já veio a público responder a Miguel Oliveira, piloto português que se mostrou triste por ver a marca promover Brad Binder do Moto2 à equipa principal na próxima temporada, deixando o luso na Tech3 (equipa satélite).

Depois de tomar conhecidomento que a KTM o irá manter na Tech3 durante a próxima temporada, Miguel Oliveira desabafou mas não ficou muito tempo sem resposta.

Em entrevista ao site do MotoGP, Mike Leitner assegura que foi o piloto português que pediu para se manter na Tech3 quando Johann Zarco informou a marca da sua saída.

"O Miguel teve a oportunidade de se assumir, de mudar de lugar, e a sua resposta foi clara, ele disse que preferia ficar onde estava, com o seu chefe de equipa. Era feliz lá", explica Mike Leitner, salientando que os responsáveis da equipa foram "empurrados para esta situação".

"O primeiro piloto a quem pedimos para substituir o Johann foi o Miguel", recorda o dono da KTM, com palavras que são 'assinadas por baixo' por Hervé Poncharal, responsável da Tech3.

A KTM garante ainda que tanto a equipa de fábrica como a formação satélite vão ter os mesmos meios na próxima época.

"Toda a gente vai ter os mesmos meios, com a mesma evolução e as mesmas especificações. Por isso acaba por ser mais uma questão de ambiente do que outra coisa".

Assim, Pol Espargaró e Brad Binder vão estar na KTM (equipa de fábrica) e Miguel Oliveira  Iker Lecuona na KTM Tech3 (equipa satélite).