Modalidades
"Ainda não interiorizei que sou hexacampeão do Mundo", confessa Hamilton
2019-11-04 21:50:00
Britânico está a um título do recorde de Michael Schumacher

Partindo da quinta posição, o britânico da Mercedes ‘saltou’ para o terceiro posto no começo da corrida e depois apostou numa estratégia diferente das dos seus adversários e acabou por conseguir o resultado que lhe proporcionou o tão esperado sexto cetro.

“Estou radiante após uma corrida tão difícil. Valtteri (Bottas) fez um bom trabalho este fim de semana e tenho de o felicitar. Ele mereceu a vitória. É provavelmente o melhor companheiro de equipa que tive na F1. Ajudou-me a avançar e pressionamo-nos a sermos melhores”, começou por reagir Lewis Hamilton.

O campeão do Mundo também falou naquilo que sucedeu nesta corrida americana: “Tinha como objetivo ganhar posições e garantir a ‘dobradinha’ para a equipa. Pensei que uma paragem era possível e dei tudo para tentar vencer, mas já não tinha pneus para o conseguir”.

Hamilton entrou na história da Fórmula 1, parecendo caminhar para um novo recorde de títulos, uma vez que está a apenas um de igualar o número de cetros do mais bem sucedido piloto da disciplina; Michael Schumacher.

“Penso a todas as pessoas que me são próximas e no pessoal na fábrica. O meu pai esteve sempre muito próximo de mim nos momentos difíceis. Penso também em Niki (Lauda). Sempre me disseram a nunca desistir e dar tudo para me ultrapassar hoje”, afirmou também o piloto do Mercedes # 44.

Sobre o futuro, Lewis Hamilton não sabe o que o espera, mas para já quer gozar o momento: “Não sei o que dará o futuro para o campeonato, mas sinto-me bem e pronto para atacar a próxima corrida. Quero saborear este título antes de pensar o que vou fazer a seguir”.

“Ainda não interiorizei que sou hexampeão do Mundo. É duro comparar-me a Michael Schumacher quando o vejo na televisão. As coisas mudaram tanto”, acrescenta o britânico da Mercedes, que está a oito vitórias de igualar os 91 sucessos de Schumi na F1. Um número ao qual se pode aproximar nos dois últimos Grandes Prémios.