Visto da Bancada
Pedro Moreira (nº173)
João Pedro Cordeiro
2017-12-05 11:20:00
Antigo avançado do CD Fátima recorda o dia que um golo de Bas Dost serviu gelo às gentes de Santa Maria da Feira.

Poucos jogos, esta temporada, na liga portuguesa, ofereceram um nível de emotividade tão elevado quanto o da tarde de oito de setembro em Santa Maria da Feira, como o próprio Pedro Moreira faz questão de frisar ao Bancada. O Feirense recebeu o Sporting nessa tarde e quando Coates e Bruno Fernandes colocaram o emblema de Alvalade na frente do marcador com golos sucessivos entre os 62 e os 64 minutos, poucos acreditavam no que ainda estava para vir. "Foram vinte minutos memoráveis" diz-nos Pedro Moreira. 

E foram. Além dos dois golos marcados pelos jogadores do Sporting, João Silva, aos 69 minutos, relançou a partida, para Peter Etebo, aos 80 minutos, empatar o encontro para os fogaceiros. Pedro Moreira recorda um ambiente de grande festa, mas que acabou por ser interrompido pela brisa gélida e letal vinda da Holanda já bem para lá do minuto noventa. "Foi um autêntico balde de água gelada que caiu no estádio e nos adeptos do Feirense", desabafou Pedro Moreira. Como não. Depois da recuperação quase heroica do conjunto de Nuno Manta Santos, uma grande penalidade de Bas Dost, ao minuto oito do tempo de compensação final, evitou a conquista de pontos para o conjunto fogaceiro. Como nos disse Pedro Moreira, caiu gelo sobre Santa Maria da Feira. 

Mais do que um resultado desmoralizador, a receção do Feirense ao Sporting pareceu ter definido um ponto de viragem na temporada da equipa de Santa Maria da Feira, com o conjunto de Nuno Manta Santos a parecer nunca ter recuperado animicamente do golo de Bas Dost. Se, até então, o Feirense não havia registado qualquer derrota nos quatro primeiros encontros da temporada (dois empates e duas vitórias), desde aí a queda quem sido praticamente a pique. Após o encontro frente ao Sporting seguiram-se outras três derrotas, com a equipa de Manta Santos apenas a interromper a série negativa com uma vitória perante o Rio Ave à nona jornada. Sol de pouca dura. Tal como no encontro perante o Sporting, o gelo regressou a Santa Maria da Feira e desde então o Feirense só sabe perder. A derrota perante o CD Aves, este fim de semana, foi a quarta consecutiva da equipa do Feirense. 

Sê o primeiro a comentar: