Visto da Bancada
Luiz Caracol (N.º 201)
Diogo Cardoso Oliveira
2018-01-08 12:30:00
A história de uma "tareia" com mini-craques.

Depois da "tareia" de ontem, do Sporting, trazemos-lhe outra, também do Sporting. Mas já vamos à "tareia". Antes, o músico Luiz Caracol conta, ao Bancada, a emoção de ver mini-craques que, mais tarde, seriam grandes craques.

"Vivi nos Açores e um jogo que me ficou na memória foi uma partida de juniores, entre o Santa Clara e o Sporting. O clube do coração (Sporting), contra o clube onde joguei (Santa Clara)", começa por contar, antes de disparar um rol de craques que por lá passaram: "Havia Futre, Litos, Morato...".

"Foi um jogo incrível", conta-nos Luiz Caracol, que justifica: "Tinha sete anos e já era apaixonado por futebol. Eu nunca tinha visto um festival de futebol".

Tareia. E ainda ontem houve uma

Por fim, o resultado. Surpreendente e pesado, mas que perde parte da surpresa quando recordamos que por lá estava um tal de Futre ou um craque Litos. Foram tantos que nem o próprio cantor português sabe como ficou: "Não me lembro do resultado, mas sei que o Sporting ganhou por mais do que dez".

Sê o primeiro a comentar: