Visto da Bancada
Hugo Rosa (Nº296)
Diogo Cardoso Oliveira
2018-08-27 16:00:00

Na edição 296 do Visto da Bancada, usamos o presente para fazer uma viagem ao passado. Isto com ajuda do humorista Hugo Rosa. Há dois dias, Benfica e Sporting defrontaram-se na Luz e deu empate. Há 13 anos, Benfica e Sporting defrontaram-se na Luz e... deu empate (3-3). Nesse dia, ainda assim, sendo dia de Taça, houve penáltis para desempatar e caiu para o Benfica.

Hugo Rosa esteve na Luz, nessa noite, e conta, ao Bancada, o que se lembra desse jogo: “Foi um jogo super intenso e com três golões. Depois de falar consigo até foi ver os golos de novo”.

“A nível pessoal, lembro-me de que apanhei um frio do caraças. Estava numa zona de entrada na bancada e havia corrente de ar”, começa por dizer, antes de falar do épico golo de Paíto. “No golo do Paíto – aquele em que ele espeta a cueca no Luisão –, eu e as pessoas daquela zona da bancada estávamos no enfiamento da jogada. Toda a gente percebeu que ele ia levar uma cueca e todos gritámos, em uníssono, para ele fechar as pernas”.

Se o próprio Hugo Rosa assume que foi rever os golos, depois de falar com o Bancada, não vamos ser nós a privá-lo, caro leitor, de fazer o mesmo. Recorde o que se passou na Luz. A qualidade não é perfeita, mas dá para matar saudades.

Já agora, para os mais saudosistas, ficam os onzes desse jogo, escolhidos pelo italiano Giovanni Trappatoni e pelo português José Peseiro.

Benfica: Quim; João Pereira, Luisão, Ricardo Rocha, Manuel dos Santos; Petit, Manuel Fernandes, Bruno Aguiar; Geovanni, Simão e Nuno Gomes.
Sporting: Tiago; Rogério, Polga, Enakarhire, Paíto; Custódio, Rochemback, Hugo Viana, Pedro Barbosa; Sá Pinto e Liedson.

Sê o primeiro a comentar: