Visto da Bancada
Desmarets (Nº278)
Diogo Cardoso Oliveira
2018-04-30 12:30:00
Scifo mostrou que não precisa do pé direito para nada.

Yves Desmarets – jogador cuja história lhe contámos recentemente –, um dia, decidiu ser futebolista. E tomou essa decisão ao ver um craque jogar... com o pé menos forte. Isto num jogo que, em 1994, teve alguns nomes bem conhecidos dos portugueses.

Nesta edição do “Visto da Bancada”, o ex-jogador do Vitória de Guimarães e do Belenenses conta, ao Bancada, que um dia, ainda muito novo, foi ao Parque dos Príncipes. “O jogo que mais me marcou foi o segundo que vi na bancada. Tinha dez anos”, começa por contar, antes de acrescentar: “Foi um Paris Saint Germain-AS Mónaco, que teve antigos craques como George Weah ou Enzo Scifo”.

Desmarets explica que este dia lhe trouxe “estrelas nos olhos” e foi determinante porque foi o dia em que decidiu que ia tentar ser futebolista. O PSG venceu por 1-0, com golo de Weah, e o antigo médio francês explica-nos o que fez Scifo nesse jogo: “No aquecimento, o Scifo, número 10 do Mónaco, ficou lesionado no pé direito, o melhor pé dele. Ele decidiu... jogar só com o pé esquerdo. Esta informação eu só soube quando cheguei a casa, depois do jogo. No estádio não reparei em nada. Ele jogou mesmo muito”. “Foi marcante, para mim”, garante.

Para os mais saudosistas, deixamos os onzes desse jogo, em agosto de 1994, que teve jogadores como Valdo ou Ricardo Gomes, que passaram pelo Benfica. Weah deu a vitória ao PSG, aos 52 minutos.

PSG: Lama, Roche, Cobos, Ricardo Gomes, Paul Le Guen, Daniel Bravo, Valdo, Ginola, Guérin, Séchet e Weah.

AS Mónaco: Piveteau, Thuram, Blondeau, Valéry, Dumas, Di Meco, Manac’h, Djorkaeff, Scifo, Legwinski e Madar.

Sê o primeiro a comentar: