Visto da Bancada
Carlos Xavier (nº 167)
António José Oliveira
2017-11-28 12:30:00
Antigo capitão dos leões não esquece os 5-3 que o Sporting impôs ao Benfica nas meias-finais da Taça de Portugal de 2008

Carlos Xavier não esquece os 5-3 que o Sporting impôs ao Benfica a 16 de Abril de 2008 nas meias-finais da Taça de Portugal de 2007/08. Um jogo que permitiu aos leões chegar à final da competição, onde venceram depois o FC Porto por 2-0 com dois golos no prolongamento apontados por Rodrigo Tiuí. "Foi uma segunda parte fabulosa do Sporting", recorda ao Bancada o antigo capitão dos leões. "Lembro-me que o Sporting esteve a perder, mas depois conseguiu dar a volta num jogo extraordinário."

Rui Costa e Nuno Gomes deram vantagem ao Benfica que, à passagem da meia-hora, já vencia por 2-0 no Estádio José Alvalade. Foi só a 22 minutos do final que o Sporting conseguiu reduzir a desvantagem e iniciar a reviravolta histórica. Yannick Djaló fez o primeiro golo dos verde e brancos aos 68 minutos e aos 76 Liedson igualou o desafio com Alvalade ao rubro. Bastaram três minutos para Derlei (aos 79) dar a volta ao resultado. Cristián Rodríguez ainda empatou para o Benfica aos 82 minutos, mas dois minutos depois Yannick Djaló colocou os leões de novo na frente para Simon Vukcevic estabelecer o resultado final no terceiro minuto de compensação. Era a loucura em Alvalade.

"Foi um dérbi de mão cheia", lembra com satisfação Carlos Xavier, acrescentando: "Foi uma vitória muito saborosa num daqueles jogos que dificilmente se esquecem."

Paulo Bento era o treinador de uma equipa constituída por Rui Patrício; Abel, Tonel, Miguel Veloso e Grimi; Adrien, Moutinho, Romagnoli e Vukcevic; Yannick Djaló e Liedson. No segundo tempo entraram Izmailov, Derlei e Gladstone. Pelo Benfica, alinharam Quim; Nélson, Luisão, Katsouranis e Leo; Petit, Maxi Pereira, Cristian Rpdríguez e Rui Costa, Di María e Nuno Gomes. Fernando Chalana, que havia substituído José Antonio Camacho no cargo, fez entrar Sepsi e Cardozo.

Sê o primeiro a comentar: