Visto da Bancada
Carlos Fernandes (nº 268)
Luís Santos Castelo
2018-04-07 21:40:00
Um famoso Sporting-Benfica cuja vitória sorriu aos encarnados ficou na memória do guarda-redes

Carlos Fernandes jogou, entre outros clubes, no Boavista, Rio Ave, Feirense ou Moreirense. No estrangeiro, defendeu as redes do Steaua Bucareste na Liga dos Campeões e representou clubes iranianos, turcos e angolanos. Esta temporada regressou ao Vilafranquense, onde se formou. Contudo, o melhor jogo que alguma vez viu na carreira não envolveu nenhuma destas equipas.

"Lembro-me de um jogo que foi o melhor que assisti ao vivo: o Sporting-Benfica, o seis a três", revelou ao Bancada. O encontro realizou-se a 14 de maio de 1994 no antigo Estádio José Alvalade e o Benfica venceu o Sporting por 3-6 e deu um passo muito importante na conquista do título nacional desse ano.

Tratou-se de um jogo em que os leões até entraram melhor, com Jorge Cadete, aos 8', a inaugurar o marcador. O Benfica empatou aos 30', por João Vieira Pinto, mas Luís Figo reestabeleceu a vantagem verde-e-branca. Contudo, João Vieira Pinto marcou mais dois golos até ao intervalo, levando os encarnados em vantagem para os balneários (2-3). No segundo tempo, o domínio do Benfica prevaleceu e as águias chegaram ao 2-5 graças aos golos de Isaías (dois) e Hélder. Balakov, a cerca de dez minutos do final, reduziu para o Sporting e estabeleceu o resultado final em 3-6. Mas esse resultado pouco comum nem foi o que mais marcou Carlos Fernandes.

"Era muito novo, com sonhos. Sentir aquelas emoções, a vibração... Não é pelo resultado em si, até porque o jogo foi muito equilibrado até haver aquela desvantagem. Mas houve muitas emoções", concluiu.

Sê o primeiro a comentar: