Match Centre
"Respeitamos o Vitória, mas queremos ganhar para nos apurarmos"
2019-11-05 21:00:00
Unai Emery garante que o Arsenal vem a Guimarães para seguir em frente na Liga Europa

O treinador do Arsenal, Unai Emery, afirmou hoje que a equipa inglesa quer garantir o apuramento para a próxima fase da Liga Europa na quarta-feira, perante um Vitória de Guimarães que espera "difícil" no seu reduto.

Finalista vencido da competição na época passada, o Arsenal lidera o Grupo F, com três vitórias em três jogos, a última das quais frente aos lusos (3-2), e, em caso de triunfo em Guimarães, pode garantir a presença nos 16 avos de final, à quarta jornada, objetivo que o técnico espanhol deseja concretizar.

"O jogo de amanhã [quarta-feira] é importante para nós. O de sábado [com o Leicester, para a Liga inglesa] também. Temos de estar confiantes. Somos os primeiros na tabela. Respeitamos o Vitória de Guimarães, mas queremos ganhar o jogo para nos apurarmos para a próxima fase", realçou, na conferência de antevisão ao duelo marcado para as 15:50 de quarta-feira.

Os minhotos estiveram a vencer os londrinos por duas vezes em Londres, antes de concederem a reviravolta nos 10 minutos finais, em dois livres convertidos de Nicolas Pépé, e o técnico basco, de 48 anos, avisou que o Vitória, à semelhança de outras equipas portuguesas, tem "bons jogadores" e um bom treinador.

Antes da partida dos britânicos para Portugal, com 18 jogadores, o técnico admitiu ter retirado, de manhã, a braçadeira de capitão ao médio Granit Xhaka, que se voltou aos adeptos do Arsenal e retirou a camisola do clube em resposta aos assobios oriundos das bancadas, aquando da sua substituição num jogo da Liga inglesa com o Crystal Palace (2-2), em outubro.

"Ele deixou de ser capitão. Decidi que não viria com o grupo [para o jogo com o Vitória]. Precisava de tomar uma decisão e isso está feito", explicou.

Ao lado de Unai Emery na sala de imprensa do Estádio D. Afonso Henriques, o lateral direito Héctor Bellerín realçou que Xhaka tem recebido o "carinho e o apoio do restante plantel" nesta fase e projetou também o embate com os vitorianos, tendo dito que não ficou "surpreendido" com a exibição dos portugueses em Londres.

"Os outros jogos que perderam [no grupo] foram sempre muito renhidos. Eles têm muita qualidade e capacidade física. Analisámos os últimos jogos que fizeram. Foi mais difícil do que muita gente esperava, mas sabemos que não há jogos fáceis. Amanhã [quarta-feira], com o apoio dos adeptos locais, poderá ser ainda mais difícil", admitiu.

O defesa espanhol, de 24 anos, admitiu que os últimos resultados da equipa “não foram positivos" - o triunfo sobre o Vitória, em Londres, foi o único nos derradeiros cinco encontros -, mas lembrou que a possibilidade de jogar de três em três dias é uma ocasião para "dar a volta", com "trabalho duro".

O Arsenal, líder do Grupo F, com nove pontos, defronta o Vitória de Guimarães, quarto e último, com zero, em jogo da quarta jornada, agendado para as 15:50 de quarta-feira, no Estádio D. Afonso Henriques, em Guimarães, com arbitragem do turco Halis Ozkahya.