Liga 18/19
Benfica esmagador no ‘campeonato’ dos primeiros
2019-05-20 22:05:00
Encarnados conquistaram 16 pontos em 18 possíveis, diante de FC Porto, Sporting e SC Braga

O Benfica foi arrasador no ‘campeonato’ entre os primeiros, incluindo ou não o Sporting de Braga, e foi nesses resultados que alicerçou a conquista do seu 37.º título.

Nos seis encontros com FC Porto, Sporting e ‘arsenalistas’, os ‘encarnados’ somaram 16 de 18 pontos possíveis, cedendo apenas um empate (1-1) na receção aos ‘leões’, logo a abrir o campeonato, à terceira ronda.

Um golo do de João Félix, aos 86 minutos, 15 após substituir Pizzi, valeu, então, um ponto ao Benfica, num jogo em que Nani adiantou os ‘leões’, aos 64, e o guarda-redes francês Salin foi o melhor em campo.

Ainda na primeira volta, e em mais dois jogos caseiros, o Benfica bateu o FC Porto por 1-0, à sétima ronda, graças a um tento do suíço Seferovic, aos 62 minutos, para, à 14.ª, golear o Sporting de Braga por inapeláveis 6-2.

No penúltimo jogo sob o comando de Rui Vitória, os ‘encarnados’ ganharam com tentos de Pizzi, Jardel, Grimaldo, Jonas, Cervi e André Almeida.

Menos de duas semanas depois, vergado a um desaire por 2-0 em Portimão, Rui Vitória cedeu o lugar a Bruno Lage, que conseguiu suplantar o feito do antecessor, ao vencer, em reduto alheio, os três encontros da segunda volta.

O primeiro aconteceu à 20.ª ronda, em Alvalade, onde o Benfica poderia ter conseguido uma goleada história, mas, mesmo assim, venceu por convincentes 4-2, selados por Seferovic, João Félix, Ruben Dias e Pizzi, de penálti, contra um de Bruno Fernandes e outro de Bas Dost, também de penálti.

Quatro jornadas depois, o Benfica, de Bruno Lage, que partiu a sete pontos do FC Porto, foi ao Dragão jogar a liderança e conquistou-a, num jogo que os locais até começaram a ganhar, com um tento do ‘improvável’ Adrián Lopez.

Os ‘encarnados’ reagiram, porém, da melhor forma, com João Félix, jogador que os ‘dragões’ deixaram fugir para a Luz, a empatar e Rafa, que no primeiro golo se apressou a levar a bola para o meio campo, a selar a reviravolta.

Na ronda 31, no jogo que era apontado como o último grande teste à sua liderança, o Benfica fechou com ‘chave de ouro’ o seu campeonato entre os quatro primeiros, ao vencer fora o Sporting de Braga por 4-1, novamente após desvantagem.

Os ‘arsenalistas’ ainda chegaram ao intervalo na frente, mas os ‘encarnados’ agigantaram-se na segunda metade, com um ‘bis’ de Pizzi, de grande penalidade, um tento de Ruben Dias e outro, após sucessão de fintas, de Rafa.

Ao somar 16 pontos, em 18, no campeonato dos quatro primeiros e 10, em 12, nos embates entre os ‘grandes’, o Benfica não deu hipóteses à concorrência.

Mesmo a zero face aos ‘encarnados’, algo pouco vulgar nos últimos anos e que deve, certamente, ‘doer’ para os lados do Dragão, o FC Porto foi o segundo nestes ‘minicampeonatos’, com quatro pontos a três e 10 a quatro.

Por seu lado, o Sporting ficou-se por dois pontos nos embates entre os ‘grandes’ e foi igualmente terceiro incluindo o Sporting de Braga, com cinco pontos, contra apenas três dos ‘arsenalistas’ (1-0 na receção aos ‘leões’).

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa