Liga 18/19
Benfica de Lage perdeu apenas dois pontos num registo impressionante
2019-05-20 22:35:00
O Benfica 2018/19 tem, indiscutivelmente, um antes e um depois de Bruno Lage

Entrado após a ronda 15, o sucessor de Rui Vitória começou em quarto, a um ponto do Sporting de Braga, dois do Sporting e sete do FC Porto, e levou os ‘encarnados’ ao cetro, com um sensacional registo de 18 vitórias e apenas um empate, em 19 jogos.

Os números impressionam, mais ainda ‘criando’ um campeonato apenas desde a chegada de Bruno Lage, que o ‘ganha’ em 16 rondas, a três do fim, já que, então, seguia com nove pontos de vantagem sobre o ‘onze’ de Sérgio Conceição, a diferença com que terminou.

Da 16.ª à 31.ª rondas, o Benfica somou 46 pontos (15 triunfos e uma igualdade), enquanto o FC Porto ficou-se pelos 37 (11 vitórias, quatro empates e uma derrota) e o Sporting pelos 36 (11 triunfos, três igualdades e dois desaires).

Face à vantagem no confronto direto, Bruno Lage poderia, assim, ‘dispensar’ as últimas três rondas que venceria na mesma o ‘seu’ campeonato.

Os números, por si só, são impressionantes, mas ganham ainda mais significado tendo em conta que foi na segunda volta que o Benfica teve todas as deslocações mais complicadas.

Com Lage, o Benfica ganhou por 2-1 ao FC Porto, no Dragão, por 4-2 ao Sporting, em Alvalade, por 4-1 ao Sporting de Braga, em Braga, por 4-0 ao Moreirense, em Moreira de Cónegos, e por 1-0 ao Vitória, em Guimarães.

O triunfo no Porto, onde os locais de adiantaram e o Benfica virou o resultado, por João Félix e Rafa, foi, indiscutivelmente, o mais emblemático, até porque permitiu aos ‘encarnados’ roubar a liderança aos portistas em pleno Dragão.

Em Alvalade, a exibição foi igualmente categórica, tanto que o 4-2 não espelha a superioridade total dos ‘encarnados’, que poderiam ter conseguido uma goleada história, nomeadamente com oportunidades ‘enormes’ para o 5-1.

Por seu lado, o triunfo em Braga, onde o Benfica atingiu o intervalo a perder, marcou, à ronda 31, o triunfo de Lage no ‘seu’ campeonato, numa ronda em que o FC Porto se ficou por uma igualdade a dois golos com o Rio Ave, em Vila do Conde.

A vitória mais complicada, no que respeita à altura em que surgiu o golo na vitória, acabou por ser a conseguida na receção ao Tondela, pois as ‘águias’ só chegaram ao 1-0 final aos 84 minutos, com um tento do suíço Seferovic.

A perfeição, conseguida fora, com nove vitórias em nove jogos, esteve perto de ser alcançada, já que o Benfica só perdeu pontos, como Lage, na receção ao Belenenses, à 25.ª jornada, num embate em que esteve a vencer por 2-0.

Depois de, com golos de Jonas (55 minutos) e Samaris (63), quase resolver o jogo, os ‘encarnados’ ofereceram, sem aspas, dois golos ao ‘onze’ de Silas, num inacreditável erro no golpe de vista de Vlachodimos e num atraso falhado de Ruben Dias.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa