Grande Futebol
"VAR veio para legalizar a corrupção", diz Chilavert
2019-07-09 09:15:00
Histórica figura do futebol sul-americano e mundial defende Messi

Emblemática figura do futebol paraguaio e mundial, José Luis Chilavert (que se caracterizada por marcar muitos golos, apesar de ser guarda-redes) deixou fortes críticas ao sistema de videoárbitro (VAR) que tem estado sob fogo cruzado na América do Sul por causa das atuações na Copa América.

À imprensa local, Chilavert diz entender que o VAR chegou para "legalizar a corrupção do futebol sul-americano" e lembra as suspeitas que caem sobre a empresa que gere o VAR e que esteve envolvida no chamado 'FIFA Gate' - um escândalo de corrupção que abalou a FIFA em 2015.

Chilavert mostrou-se ainda contra um eventual castigo a Messi, argentino que deixou fortes críticas também à organização da prova por causa das arbitragens.

Para o ex-guardião guarani "esta Copa América estava preparada para que o Brasil vencesse".

"A CONMEBOL mata o futebol. Vivemos numa democracia e querem punir Messi? Os jogadores deveriam unir-se e fazer um boicote à CONMEBOL", disse Chilavert.

Messi, recorde-se, recebeu ordem de expulsão ainda na primeira parte do duelo de atribuição do terceiro e quarto lugar, após um desentendimento com Medel, e, no final do encontro, depois de não ter comparecido na cerimónia de entrega das medalhas referentes ao terceiro lugar, acusou a organização de corrupção.

As críticas à organização desta Copa América'2019 têm sido muitas. De resto, já durante a prova, Chilavert tinha deixado duros reparos ao VAR, nomeadamente durante o jogo entre Brasil e Argentina, no qual os argentinos se queixaram de duas grandes penalidades não assinaladas.

"O VAR está fechado em todo o Brasil para a Argentina. A Corrupbol continua a faturar e em 2020 não vai pagar impostos na Colômbia e na Argentina pela Copa América. Pão e Circo. Os presidentes das federações são cúmplices na corrupção", escreveu.


Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa