Grande Futebol
Valência na luta pela 'champions', Rayo Vallecano e Huesca descem
2019-05-05 23:00:00
Goleada 'che' atirou Huesca para o segundo escalão

O Valência continua na corrida à Liga dos Campeões de futebol, após ir golear hoje o Huesca, por 6-2, que assim viu confirmada a sua descida de divisão, tal como o Rayo Vallecano, à 36.ª jornada da Liga espanhola de futebol.

Com Gonçalo Guedes a titular, a goleada começou nos pés do dinamarquês Daniel Wass, aos dois minutos, seguindo-se 'bis' do ex-benfiquista Rodrigo, aos 16 e 51 minutos, e de Santi Mina, aos 20 e 32.

Etxeita, aos 40 minutos, fez autogolo que penalizou ainda mais o Huesca, que ainda reagiria com tentos de Gonzalo Melero (66) e Alex Galar (90+2).

O Valência destronou assim o Sevilha do quinto lugar, apesar de ambos terem 55 pontos, a três do surpreendente Getafe, que, após ganhar 2-0 ao Girona, manteve a quarta posição, que garante a última vaga espanhola para a ‘champions’.

O Huesca, último com 30 pontos, é o lanterna-vermelha e viu confirmada a descida de divisão.

O Valladolid venceu o Athletic de Bilbau por 1-0 e com isso garantiu o 38.º ponto, um acima da linha de descida: o Girona tem 37 e o Rayo Vallecano 31, pelo que também viu hoje confirmada a sua descida.

Horas antes, o Real Madrid venceu o Villarreal 3-2, num jogo em homenagearam Iker Casillas, guarda-redes do FC Porto que fez boa parte da carreira na capital espanhola.

O conjunto ‘blanco’ entrou em campo com t-shirts com a inscrição “Iker Todos Contigo”, enviando uma mensagem ao guarda-redes, que jogou pelo Real Madrid de 1998 a 2015, antes de se transferir para os ‘dragões’, e que esta semana sofreu um enfarte agudo do miocárdio.

Mariano Diaz esteve em destaque, ao marcar aos dois e 49 minutos, tendo o Villarreal ainda respondido na primeira desvantagem, quando Gerard Moreno igualou aos 11. Jesus Vallejo, aos 40, devolveu a vantagem aos anfitriões, enquanto, já em tempo de compensação (90+4), Jaume Costa fez o segundo da sua equipa.

O Real Madrid ocupa a terceira posição com 68 pontos, a seis do Atlético de Madrid, que no sábado perdeu por 3-0 em casa do Espanyol, enquanto o FC Barcelona, já campeão, tem 83, numa ronda em que perdeu por 2-0 em Vigo, onde apresentou com poucos titulares, tendo em vista já o jogo da segunda mão da Liga dos Campeões com o Liverpool.

O Villarreal tem os mesmos 40 pontos de Celta de Vigo e Levante, três acima da linha de descida.

O Eibar de Paulo Oliveira, que entrou em campo aos 62, ganhou por 1-0 ao Bétis de William Carvalho, que entrou aos 81: ambos estão confortáveis, embora na segunda metade da classificação.

Sê o primeiro a comentar: