Grande Futebol
"United foi muito rápido a despedir Mourinho"
2019-10-11 17:00:00
Fellaini lembra que treinador português "esteve incrível, melhorou a equipa e conquistou troféus"

Ole Gunnar Solskjaer está cada vez mais perto de ser a próxima vítima de um Manchester United que está a transformar-se num 'cemitério de treinadores', como lembrou o médio Marouane Fellaini: já lá vão David Moyes, Van Gaal e... José Mourinho.

Agora a jogar no Shangdong Luneng, Fellaini explicou que não há treinador que possa resistir quando não tem tempo para apresentar resultados.

"Trouxeram o David Moyes, não lhe deram tempo. Depois trouxeram Van Gaal, deram-lhe dois anos, vencemos a Taça de Inglaterra, mas depois decidiram despedir o treinador porque queriam vencer rapidamente", começou por lembrar o internacional belga, que representou os 'red devils' durante cinco temporadas.

E seguiu-se o elogio a José Mourinho, que também pagou a 'pressa' de quem manda.

"Na minha opinião, o clube foi muito rápido a afastar José Mourinho, pois um treinador como ele precisa de jogadores que interpretem a sua filosofia. Ele quis montar a sua equipa, mas após dois anos e meio decidiram despedi-lo, um dos melhores treinadores do Mundo, porque os resultados não estavam lá", reforçou.

"É esse o problema, são necessários mais do que dois anos", insistiu.

Olhando para este histórico, o médio não acredita que Solskjaer consiga 'safar-se', pois nem sequer tem um troféu para apresentar, ao contrário de Mourinho, despedido meses após conquistar uma Liga Europa, para não falar de uma Supertaça inglesa e de uma Taça da Liga inglesa.

"Agora não sei o que farão de Solskjaer. José Mourinho, na sua primeira época, esteve incrível, melhorou a equipa e conquistou troféus. Tudo bem, na segunda temporada foi mais difícil, mas ele tentou e deu o seu melhor para ajudar a equipa", concluiu Fellaini.