Grande Futebol
Unai Emery critica UEFA pela escolha de Baku para final da Liga Europa
2019-05-13 16:35:00
Treinador do Arsenal não entende que Mkhitaryan possa ser forçado a estar ausente por questões diplomáticas

Unai Emery não compreende a decisão da UEFA ter marcado a final da Liga Europa para Baku, no Azerbaijão e apenas ceder 12 mil bilhetes (seis mil para cada) às equipas finalistas de um estádio com capacidade para quase 70 mil adeptos. "Acho que vai estar cheio, mas não com adeptos nossos nem do Chelsea", lamentou.

O técnico lembrou uma outra final da Liga Europa que disputou quando estava no Sevilha. "Quando jogámos na Suíça contra o Liverpool, com o Sevilha [na final da Liga Europa de 2016], o estádio estava cheio de adeptos nossos e do Liverpool e foi espantoso, mas não sei mesmo como decidiram jogar ali", referiu Emery, citado pela imprensa britânica.

O treinador referiu ainda que "não" sabe como é feita a escolha para o estádio que acolhe a final.

Unai Emery também lamentou a situação de Mkhitaryan, jogador arménio que ainda não sabe se pode jogar a final dado que questões diplomáticas impedem cidadãos arménios de entrarem em território do Azerbaijão.

"Faremos tudo o que pudermos para que Mkhitaryan esteja na final", disse Emery, acrescentando: "Não é uma questão desportiva, não está nas minhas mãos. Não sei qual será a solução."

Mkhitaryan já tinha falhado outras viagens ao Azerbaijão. Em 2015, quando ainda jogava no Dortmund, por forma a evitar qualquer tipo de problemas dado o clima de tensão entre Arménia e Azerbaijão. Também quando o Arsenal defrontou o FK Qäbälä, em partida da Liga Europa, Henrikh Mkhitaryan não viajou.

Sê o primeiro a comentar: