Grande Futebol
Suíça surpreendeu Bélgica e qualificou-se para a Liga das Nações
2019-06-03 12:45:00
Helvéticos garantem presença na final-four da competição com golos decisivos de Seferovic

A Suíça, sem qualquer título no palmarés, não era a principal favorita do Grupo 2 de qualificação para a ‘final four’ da Liga das Nações, mas, com a preciosa ajuda do benfiquista Seferovic, surpreendeu a Bélgica.

Num agrupamento em que a Islândia ‘não existiu’ – acabou com quatro derrotas e 1-13 em golos -, a formação comandada pelo bósnio Vladimir Petkovic mostrou uma imagem que não conseguiu deixar no Mundial.

Os helvéticos chegaram à Rússia com ambições, mas, como no Mundial2014, ainda como o alemão Ottmar Hitzfeld, e no Euro2016, ficaram nos ‘oitavos’, batidos pela Suécia (0-1), numa prestação algo frustrante, mas que não colocou em causa Petkovic, que voltou a não falhar a qualificação na Liga das Nações.

A fase de apuramento começou da melhor forma, com 6-0 caseiro à Islândia, com seis marcadores, mas, ao segundo jogo, a Suíça caiu por 2-1 na Bélgica, ‘vítima’ de um ‘bis’ de Romelu Lukaku, o segundo aos 84 minutos, após o empate de Gavranovic, aos 76.

Para poder discutir a qualificação na receção aos belgas, a fechar o grupo, o ‘onze’ de Petkovic tinha de voltar a bater a Islândia, agora fora, e não falhou, vencendo por 2-1, com Seferovic, que já faturara em casa, a abrir o marcador.

No jogo de todas as decisões, os belgas só precisavam de empatar em Lucerna e tudo parecia decidido em menos de 20 minutos, já que os belgas chegaram a 2-0, com um ‘bis’ de Thorgan Hazard, o irmão de Eden Hazard.

Perante os terceiros do Mundial de 2018, os suíços encetaram, porém, uma extraordinária recuperação e já venciam ao intervalo por 3-2, graças a um penálti de Ricardo Rodríguez e um ‘bis’ de Seferovic, que completaria o ‘hat-trick’ na segunda parte, fechando o improvável 5-2, já depois de um tento de Elvedi.

Depois deste memorável triunfo, a Suíça abriu a qualificação para o Euro2020 com um triunfo na Geórgia (2-0) e um empate com sabor a derrota na receção à Dinamarca (3-3), formação que os suíços venciam por 3-0 a seis minutos do final.

Não foi o melhor ‘ensaio’ para o embate de quarta-feira com Portugal, no regresso a solo luso, onde s Suíça falhou, com um desaire por 2-0, em 10 de outubro de 2017, o apuramento direto para o Mundial de 2018.

Apesar dos muitos golos de Seferovic, a Suíça chegará a Portugal liderada por Shaqiri, que continua a ser a referência dos helvéticos, que têm em Xhaka outra das grandes ‘estrelas’.

Lista dos 23 convocados

Defesas: Manuel Akanji (Borussia Dortmund, Ale), Loris Benito (Young Boys), Nico Elvedi (Borusia Mönchengladbach, Ale), Michael Lang (Borusia Mönchengladbach, Ale), Kevin Mbabu (Young Boys), François Moubandje (Toulouse, Fra), Ricardo Rodríguez (AC Milan, Ita) e Fabian Schär (Newcastle, Ing).

Médios: Edmilson Fernandes (Fiorentina, Ita), Remo Freuler (Atalanta, Ita), Xherdan Shaqiri (Liverpool, Ing), Djibril Sow (Young Boys), Renato Steffen (Wolfsburgo, Ale), Granit Xhaka (Arsenal, Ing), Denis Zakaria (Borussia Mönchengladbach, Ale) e Steven Zuber (Estugarda, Ale).

Avançados: Albian Ajeti (Basileia), Josip Drmic (Borussia Mönchengladbach, Ale), Breel Embolo (Schalke 04, Ale) e Haris Seferovic (Benfica, Por).

Selecionador: Vladimir Petkovic (Bósnia-Herzegovina).

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa