Grande Futebol
Espanhóis escrevem que Sevilha rejeitou pagar 1,5 milhões por João Félix
2019-06-24 20:30:00
Revelação feita esta segunda-feira pelo jornal 'Estadio Deportivo'

A um passo de se tornar a quinta transferência mais cara da história do futebol e a maior de sempre do futebol português - a confirmar-se o negócio para o Atlético - João Félix poderia ter saído para o Sevilha no início da temporada 2018/2019 por apenas 1,5 milhões de euros. Pelo menos é o que escreve o jornal Estadio Deportivo, esta segunda-feira, que revela que os dirigentes do clube acharam, na altura, uma verba demasiado elevada. 

De acordo com a publicação espanhola, o negócio foi proposto por Jorge Mendes, numa operação que incluiria também Rafael Leão, na altura um jogador livre, após ter rescindido contrato com o Sporting. 

"Naquela altura, João Félix não eram tão conhecido como agora, pois ainda não se tinha estreado na equipa princiapal do Benfica. A oferta [de Jorge Mendes] chegou aos gabinetes do Sanchez-Pijzuan a troca de 1,5 milhões de euros, juntamente com Rafael Leão, avançado do Sporting, que pedia mais um milhão de euros", pode ler-se. 

Joaquín Caparrós, Carlos Marchena e Paco Gallardo, treinador e adjuntos da equipa, analisaram as possibilidades e acabaram por recusar por considerarem que era "demasiado dinheiro por duas jovens promessas". 

Um ano depois, Rafael Leão é uma das figuras do Lille, enquanto João Félix está perto de rumar ao Atlético de Madrid por 120 milhões de euros. 

Sê o primeiro a comentar: