Grande Futebol
Sete portugueses em luta pela conquista do título na Polónia
2018-12-23 16:00:00
Do ex-sportinguista Sá Pinto ao ex-benfiquista João Amaral , os portugueses dão cartas nos três primeiros do campeonato

Do antigo treinador do Sporting Sá Pinto ao ex-jogador do Benfica João Amaral são sete os os portugueses que representam os três primeiros classificados e lutam nesta altura pela conquista do título na Polónia. O futebolista nacional tem dado mais calor ao inverno rigoroso dos polacos e revelado importância na época que as suas equipas estão a efetuar.

No líder da liga do país que tem em Lewandowski, Milik, Piatek, Szczesny ou Fabianski, todos os a jogar fora de portas, os representantes mais emblemáticos, mora o melhor marcador do campeonato. Chama-se Flávio Paixão e soma uma dúzia de remates certeiros, a par do espanhol Angulo, do Gornik Zabrze, contribuindo de forma decisiva para a posição que o Lechia Gdansk ocupa na tabela classificativa. A acompanhar Flávio não está, desta feita, o irmão Marco, mas outro português, no caso João Nunes, possante defesa central formado no Benfica.

Flávio Paixão e João Nunes têm como principais concorrentes o Legia, transfigurado após a chegada de Sá Pinto, que conseguiu colocar a equipa de Varsóvia a apenas três pontos do líder. O antigo treinador do Sporting tem a companhia de André Martins, um ex-leão que vivia tempos difíceis no Olympiacos, e de Cafu, um ex-vimaranense, lutando palmo a palmo com o Lechia pela conquista do título. Soma precisamente o mesmo número de golos marcados do concorrente direto (34), tendo sofrido mais três (20 contra 17).

Na terceira posição, numa posição mais de "outsider", surge o Lech Poznan, de Pedro Tiba, ex-Desportivo de Chaves, e de João Amaral, ex-Vitória de Setúbal com passagem relâmpago pelo Benfica. A equipa agora liderada pelo antigo selecionador da Polónia, Adam Nawalka, que contabiliza três vitórias nos últimos quatro jogos que dirigiu, está numa posição de maior fragilidade, tendo em conta os seis pontos de desvantagem que tem relativamente ao Legia e os nove em relação ao Lechia.

Flávio Paixão, pelos golos que vem marcando, e Sá Pinto, pelo revitalizar do Legia, têm sido figuras maiores, mas todos os outros portugueses vêm efetuando uma boa temporada. Pedro Tiba, por exemplo, marcou nesta jornada o golo que permitiu ao Lech vencer fora de portas o Wisla, enquanto João Amaral já leva meia dúzia de golos marcados só no campeonato.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa