Grande Futebol
Real gastou mais de 300 milhões e o mercado ainda está longe de encerrar
2019-06-13 11:50:00
Ferland Mendy, o mais recente reforço dos merengues, aumenta uma fatura que vai crescer

O investimento do Real Madrid em reforços para a nova temporada já superou os 300 milhões de euros e todos os limites da loucura.

Os merengues querem recuperar títulos, em solo espanhol e nas competições europeias, e para o efeito não estão a olhar a gastos.

Com os 303 milhões de euros em contratações já bateram todos os recordes, sendo que o fecho do mercado está longe do fim e é pouco crível que o emblema da capital espanhola se fique por aqui.

Ferland Mendy foi o reforço mais recente e implicou um investimento de 48 milhões, pagos ao Lyon. Antes, o Real assegurou Hazard, que vai custar 100 milhões e terá honras de apresentação galática.

Luka Jovic, contratado ao Eintracht de Frankfurt por 60 milhões, é outro negócio a aumentar a despesa, que já não era pequena, uma vez que os merengues tinham comprado Éder Militão ao FC Porto por 50 milhões de euros e ainda Rodrygo, jovem do Santos, por 45 milhões de euros.

A calculadora diz-nos que, apenas nestas contratações, o Real Madrid gastou 303 milhões de euros, batendo os máximos de 2009, quando Cristiano Ronaldo se mudou para a capital espanhola numa pré-temporada de ‘mãos largas’: Florentino Pérez gastou 255 milhões, nesse ano.