Grande Futebol
Quem disse que os avançados servem para marcar golos?
2018-12-09 22:00:00
O treinador diz que vai ser paciente.

Em Inglaterra, no Huddersfield Town, o futebol tem uma lógica diferente da do resto do Mundo. Numa fase em que está tão na moda inovar em táticas, o treinador David Wagner parece querer inovar noutro domínio: os homens responsáveis por colocar as bolinhas dentro da baliza. E há um ex-FC Porto ao barulho. Já lá vamos.

É claro que esta não será uma tática propositada, como começámos por sugerir, mas já começa a parecer. É que o Huddersfield, 18.º classificado da Liga Inglesa, vai com nove golos marcados, em 16 jogos – o pior ataque – e os poucos golos marcados que tem foram conseguidos por… defesas e médios.

Nem um avançado do Huddersfield conseguiu fazer golos, até agora. Os mais utilizados têm sido Mounié, van La Parra, Mbenza e Diakhaby e, no topo do ranking da utilização, está… Laurent Depoitre, jogador com uma passagem pouco fulgurante pelo FC Porto. Para já, nenhum deles quer alguma coisa com os golos. Ora veja:

Zanka (defesa) – 2 golos
Aaron Mooy (médio) – 2 golos
Stankovic (defesa) – 1 golo
Pritchard (médio) – 1 golo
Kongolo (defesa) – 1 golo
Billing (médio) – 1 golo
Schindler (defesa) – 1 golo

Zanka Jorgensen, internacional dinamarquês, é o melhor marcador da equipa e garantiu que “os avançados sabem da pressão que têm para marcar e estão a trabalhar bem todos os dias”. “Mas é bom que nós possamos tirar-lhes um pouco dessa pressão”, acrescentou, explicando que o treinador pediu aos defesas para ajudarem mais na finalização: “É algo que o treinador nos pediu para esta temporada, porque achou que, na época passada, estava errado que os defesas não marcassem. Basicamente, desafiou-nos para marcarmos mais golos e temos conseguido fazê-lo”.

Já o treinador, David Wagner, garante paciência. “Vou ser paciente. Eles estão conscientes, tal como nós, de que precisamos de golos dos avançados. Eles até criam oportunidades para eles próprios. Agora é só colocar a bola na rede”.

Sê o primeiro a comentar: