Grande Futebol
Paco Alcácer: Um suplente bom demais para ser titular
2018-12-22 19:00:00
Nunca um jogador marcou tantos golos vindos do banco na Bundesliga como o avançado do Borussia Dortmund.

Se há razão pela qual esta temporada o Borussia Dortmund se consagrou Herbsmeister, nome dado ao campeão de inverno na Bundesliga, pela primeira vez desde a temporada 2010/11, essa, é Paco Alcácer, o homem que é bom demais como suplente para ser titular. O avançado espanhol está a rubricar um início de temporada avassalador e os seus registos impressionantes em muito contribuíram para que o Dortmund, com a vitória de ontem sobre o Borussia Mönchengladbach, alcançasse os 42 pontos na Bundesliga, o melhor registo até à paragem de Inverno da equipa amarela desde a temporada 2010/11 quando também terminaram a primeira metade da época como campeão de inverno, então, com 43 pontos.

Depois do falhanço em Barcelona, a aventura alemã de Paco Alcácer não podia estar a correr melhor. Com 13 golos em 16 jogos pelo Borussia Dortmund, o avançado espanhol de 25 anos está a caminho de rubricar a melhor temporada da carreira, conseguida em 2015/16, quando ao serviço do Valência CF apontou 15 golos em 46 jogos. No Valência, aliás, entre 2014 e 2016, Paco Alcácer nunca ficara abaixo dos 14 golos na mesma temporada, com as épocas 2013/14 e 2014/15 a registarem rácios de golo/jogo apenas superados esta época.

Os registos de Paco Alcácer em Dortmund não têm paralelo no futebol atual. Segundo dados da GoalPoint/Opta, de entre os jogadores das grandes ligas mundiais com dez ou mais ações de golo esta temporada (golos + assistências), nenhum outro jogador tem números tão elevados por cada noventa minutos do que Paco Alcácer. O avançado espanhol, por esta altura, regista em média 2,30 golos ou assistências por cada noventa minutos. Ao todo, são 13 golos e uma assistência já registados em 16 jogos, ou melhor, em 768 minutos, já que os registos de Paco Alcácer devem ser analisados em função dos minutos para que se perceba a sua real relevância. Com 12 golos na Bundesliga, que fazem de Alcácer o melhor marcador da competição em igualdade com Luka Jovic, impressiona a facilidade com que Alcácer chega ao golo: Alcácer marca um golo a cada 42 minutos!

Os registos de Paco Alcácer não têm igual entre as maiores ligas do futebol mundial e quase sempre como suplente utilizado. Das 12 vezes que o avançado espanhol foi utilizado pelo Borussia Dortmund esta temporada, falhando apenas três jogos devido a lesão e um acabando por não sair do banco na vitória do Dortmund por 7-0 sobre o Nuremberga, em sete delas, Paco Alcácer foi utilizado saindo do banco, tendo sido titular na Bundesligar em “apenas” cinco ocasiões esta temporada. E, a verdade, é que sempre que Paco Alcácer foi a jogo a partir do banco nunca ficou em branco. Nos únicos três jogos em que ficou em branco, Paco Alcácer foi titular, ainda que no encontro frente ao Gladbach lhe tenha de ser dado o desconto já que acabou por sair lesionado do jogo logo aos 34 minutos.

Com 12 golos na Bundesliga, Paco Alcácer termina a primeira metade da época como o melhor marcador da competição com os seus golos a chegar, na esmagadora maioria dos casos, após ter saltado do banco. Com 502 minutos disputados na Bundesliga, Paco Alcácer é o melhor marcador da primeira divisão alemã tendo disputado apenas 46% dos minutos possíveis dos jogos em que participou. O registo torna-se ainda mais impressionante se pensarmos que Paco Alcácer é o melhor marcador da competição tendo disputado apenas 32,8% dos minutos totais já disputados esta temporada na Bundesliga. Só para que se tenha uma noção ainda mais correta, Paco Alcácer fez em 502 minutos o que Luka Jovic, fez em 916, praticamente o dobro dos minutos disputados pelo espanhol.

Os dez golos já marcados por Paco Alcácer saídos do banco em apenas meia temporada são já um recorde da Bundesliga. Nunca um jogador marcou tanto saltando do banco como o avançado espanhol. Números explicados pela eficácia de Alcácer à frente da baliza. Como destaca o Goalpoint, dos 4,4 remates de Alcácer, média por jogo, o avançado espanhol acerta 65% deles na baliza e converte 80% das oportunidades flagrantes com que é presenteado. O mais incrível, porém, é mesmo o registo xG de Paco Alcácer. Apesar dos 5,0 xG que vai registando por esta altura, Alcácer leva já doze golos, mais do dobro.

O que é que isto significa? Que mediante as oportunidades de golo que teve, em média, da análise da situação ao longo de toda a história recente da competição, seria de esperar que Alcácer tivesse apenas cinco golo marcados. Cada oportunidade é estudada mediante exemplos anteriores ocorridos de entre milhares de remates semelhantes nos últimos anos da competição e é atribuída uma percentagem de sucesso para a determinada oportunidade. Tudo somado, resulta num índice de cinco golos esperados, algo que Alcácer transformou em 12 golos por culpa da sua eficácia e qualidade individual. Dos doze golos marcados por Alcácer, sete foram marcados nos últimos dez minutos das partidas, sendo Alcácer responsável direto por nove dos pontos conquistados pelo Dortmund esta temporada e que permite à equipa amarela um registo como há muito não se via. Uma verdadeira arma secreta. Com suplentes assim, porquê dar-lhes a titularidade?

Sê o primeiro a comentar: