Grande Futebol
Pablo Sarabia, um extraterrestre em Sevilha
2018-12-09 20:00:00
Esta temporada, nenhum jogador espanhol alcança o nível de Sarabia.

O ditado galego diz que "não acreditamos em bruxas, mas que as há, há", mas nós adaptamos. "Não acreditamos em extraterrestres, mas que os há, há". Em especial, no futebol. Só assim é possível definir jogadores como Pelé, Maradona, Messi ou Ronaldo e justificar como conseguem ser tão melhores nisto do futebol do que todos os outros. Não é certo que alguma nave tenha aterrado em Sevilha recentemente, mas pelo Sánchez Pizjuán há um extraterrestre só dele. Em Sevilha há um Alien, Pablo Sarabia de seu nome.

Se há jogador que tem sido fundamental na temporada supreendente que vai sendo protagonizada pelo Sevilha em 2018/19, esse jogador é Pablo Sarabia. Com o golo apontado no Mestalla este fim de semana, decisivo para o empate a um golo do Sevilha na deslocação a Valência, Pablo Sarabia alcançou uns impressionantes catorze golos esta temporada, aos quais se juntam já oito assistências do médio espanhol, possivelmente, o homem que melhor se adaptou e mais cresceu debaixo da asa de Pablo Machín e o perante o sistema de jogo baseado nas transições rápidas que este vai impondo por Sevilha.

Formado no Real Madrid, nunca encontrou espaço na equipa principal do gigante da capital espanhola. Quando em 2011 rumou a outro dos clubes da capital, o Getafe, Pablo Sarabia somava apenas uma participação pela equipa principal do Real Madrid, surgida após uma temporada impressionante e de afirmação de Sarabia na equipa B dos Merengues. Foi em 2010/11 quando Sarabia teve a honra de jogar os últimos minutos de um Real Madrid - Auxerre - lançado por Mourinho para substituir Cristiano Ronaldo - a contar para a Liga dos Campeões. Nessa temporada, Sarabia apontou 12 golos em 33 jogos pelo Real Madrid B, registo que era até esta temporada o máximo de carreira.

Sarabia notabilizou-se em Getafe, mas nunca ao nível que vai apresentando esta época em Sevilha. Possivelmente produto da experiência, aos 26 anos, Pablo Sarabia atravessa o melhor momento da carreira na Andaluzia e uma chamada à seleção por parte de Luis Enrique era seguramente merecida. Apesar de algum histórico nas seleções jovens de Espanha, tendo sido campeão Europeu Sub-19 em 2011 e Sub-21 em 2013, Pablo Sarabia ainda não conta qualquer internacionalização AA por La Roja. Ora como extremo direito ou médio ofensivo, Sarabia tem sido um dos melhores jogadores do Mundo neste início de temporada.

Mais do que os golos e assistências, é numa vertente inquantificável que Pablo Sarabia mais se destaca e mais impressionante se mostra: ora na inteligência posicional ora, acima de tudo, na capacidade de definição que vai mostrando esta temporada. Tudo o que faz, em tudo o que toca, Sarabia faz a diferença e fá-lo bem. Na Liga Espanhola leva seis golos e seis assistências e só Luís Suárez e Lionel Messi em toda a competição participaram de forma direta em mais golos da sua equipa do que Sarabia. 14 e 19, respetivamente, para os homens do FC Barcelona e se restringirmos os dados apenas aos centro campistas, Sarabia sobressai ainda mais.

Em 2018, nenhum outro médio da Liga Espanhola participou em mais golos do que Pablo Sarabia e os seus 10 golos e 8 assistências conseguidos neste ano civil. Registos que deixam Sarabia em igualdade com Coutinho (12 golos e 6 assistências) e permitiram ao médio madrileno descolar de El Comandante Morales e os seus dez golos e sete assistências, com Sarabia a ser o jogador do Sevilha que esta temporada mais passes realizou no meio campo ofensivo, numa média superior a 22 passes por jogo somente no meio campo adversário. Neste aspeto, em toda a Liga Espanhola, apenas Lionel Messi, Ousmane Dembele, Philippe Coutinho, Jordi Alba, Marco Asensio e Sergio Canales o superam.

Ao serviço do Sevilha, numa altura em que vai disputando a terceira temporada ao serviço do emblema Andaluz, Pablo Sarabia leva já 34 golos e 30 assistências em 125 jogos, números que suplantam em muito aquilo que havia conseguido em Madrid ao serviço do Getafe. Nas cinco temporadas que disputou ao serviço do Getafe, Sarabia marcou "apenas" 15 golos e fez 30 assistências em 145 jogos. Só esta temporada, a mais prolífica da carreira até hoje, leva já catorze golos e oito assistências, máximos de carreira e ainda agora estamos em dezembro.

Se Sarabia não é a melhor contratação do futebol espanhol nos últimos anos, seguramente o é no que ao Sevilha diz respeito. Num daqueles negócios que só Monchi parece saber realizar, Pablo Sarabia assinou pelo Sevilha em 2016, assinando por quatro anos - continua sem renovar e termina contrato no final da próxima época, ainda que Caparrós já tenha assegurado que em breve haverá novidades relacionadas não só com Sarabia, mas também com Banega -, chegando ao Sánchez Pizjuán por um valor quase simbólico nos tempos que correm, por cerca de quatrocentos mil Euros, valor estabelecido no contrato do médio espanhol em caso de despromoção do Getafe, algo que sucedeu no final da temporada 2015/16. Atualmente, Pablo Sarabia está blindado por uma cláusula de rescisão de apenas 18 milhões de Euros e apenas surpreende que um clube inglês ainda não o tenha convencido a seguir carreira em terras de sua majestade.

Os doze pontos conquistados de forma direta pelo Sevilha devido a golos de Pablo Sarabia, tornam o médio espanhol no jogador mais decisivo para a sua equipa na Liga Espanhola. Os seus golos e assistências tornam mesmo o versátil jogador - desde que chegou a Sevilha já foi ala e extremo em ambos os corredores, jogou como médio centro, médio ofensivo e avançado - no espanhol mais decisivo esta temporada. Nenhum jogador nascido no país vizinho apresenta esta temporada números superiores aos de Pablo Sarabia, números estratosféricos e apenas ao alcance de um extraterrestre. Assim o é, Pablo Sarabia. Um alien em Sevilha.

Sê o primeiro a comentar: