Grande Futebol
Onze pistas para ver o CSKA Moscovo-Benfica
2017-11-21 17:30:00
O Benfica está obrigado a vencer o CSKA para ter hipóteses de seguir na Europa. Jonas procura chegar ao golo 100

O Benfica está obrigado a vencer o CSKA, quarta-feira às 19h45 no Arena CSKA, com capacidade para 30 mil pessoas, se quiser alimentar o milagre de se apurar para os oitavos de final da Liga dos Campeões. Se os encarnados perderem ou empatarem estão fora da Champions e da Liga Europa. Mesmo triunfando, as águias estão dependentes dos resultados de CSKA, Manchester United e Basileia nas duas últimas rondas.

- A equipa de Rui Vitória está a realizar a pior fase de grupos de sempre. Ocupa o último lugar no Grupo A, com zero pontos, um golo marcado, precisamente frente ao CSKA na Luz, a 12 de setembro último, por Seferovic aos 50’, e 10 tentos sofridos. Mais: o Benfica perdeu os últimos cinco duelos europeus (Manchester United, 0-2 e 0-1; FC Basileia, 5-0; CSKA, 2-1 e Dortmund, 4-0), pelo que uma vitória amanhã em Moscovo inverterá este ciclo negativo e pode abrir uma esperança de apuramento ou para a Liga dos Campeões ou para a Liga Europa.

- O último triunfo europeu do Benfica remonta a 14 de fevereiro de 2017 na receção ao Dortmund. Mitroglou, que já não está no atual plantel dos encarnados, marcou o único tento da partida, aos 48 minutos. A última vitória europeia fora do Benfica ainda é mais longínqua. A 19 de outubro de 2016, os encarnados venceram na Ucrânia o Dínamo Kiev por 2-0. Salvio aos 9’ e Cervi aos 55’ fizeram os golos.

- Jonas continua à procura de conseguir chegar aos 100 golos em todas as provas com a camisola do Benfica. O jogo em Moscovo com o CSKA é a nova oportunidade para o avançado brasileiro, mas na Liga dos Campeões o último golo que Jonas marcou remonta a 16 de fevereiro de 2016 na receção ao Zenit, jogo que as águias venceram por 1-0. Nessa época, Jonas fez outro golo, também na Luz, diante o Galatasaray, em nova vitória dos encarnados, por 2-1. O último golo fora de Jonas na prova milionária aconteceu ainda ao serviço do Valência CF, a 6 de março de 2013, no empate com o PSG por 1-1. O brasileiro inaugurou o marcador aos 55’.

- O Benfica nunca venceu o CSKA – um empate (2004/05) e uma derrota (2017/18) na Luz e um desaire na Rússia (2004/05). O até agora único confronto em solo russo com o adversário desta quarta-feira realizou-se em 2004/05, na primeira mão dos 16/avos de final da então Taça UEFA, e foi disputado em Krosnodar devido ao mau estado do relvado ‘castigado’ pelas elevadas temperaturas negativas. O Benfica, treinado por Trapattoni, perdeu por 2-0. Nessa época, o CSKA acabaria por conquistar a prova após vencer o Sporting na final realizada em Alvalade.

- No total de confrontos com equipas russas, o Benfica vai jogar pela nona vez na Rússia. O saldo dos encarnados é de duas vitórias (3-2 ao Lokomotiv Moscovo em 1996/97 para a Taça das Taças, e 2-1 ao Zenit St. Petersburgo, em 2015/1, para a Liga dos Campeões), dois empates (Torpedo Moscovo, 0-0, 1977/78, Taça dos Campeões Europeus; Dínamo Moscovo, 2-2, 1992/93, Taça UEFA) e quatro derrotas (CSKA Moscovo, 0-2, 2004/05, Taça UEFA; Zenit, 2-3, 2011/12, Liga dos Campeões; Spartak, 2-1, 2012/13, Liga dos Campeões; Zenit, 1-0, 2014/15, Liga dos Campeões e Zenit, 2-1, 2015/16, Liga dos Campeões.

- Nos últimos cinco jogos da temporada, o Benfica venceu quatro deles (Aves, 3-1; Feirense, 1-0 e Vitória FC por duas vezes: 3-1 para a Liga e 2-0 para a Taça de Portugal). Pelo meio, as águias perderam com o Manchester United para a Liga dos Campeões, em Old Trafford, por 2-0. O CSKA, por sua vez, nas últimas cinco partidas regista duas vitórias, dois empates e uma derrota. Um dos triunfos foi com o FC Basileia, na Suíça, por 2-1.

- O CSKA tem revelado dificuldades a jogar em casa para as competições europeias. A equipa russa soma duas derrotas nesta fase de grupos (4-1 com o Manchester United e 2-0 com o Basileira). A vitória na Luz foi a primeira nesta fase da Champions desde setembro de 2015 quando, então, venceu por 2-1 os encarnados.

- Bruno Varela vai voltar a ser o dono da baliza do Benfica em Moscovo depois de ter sido titular frente ao Vitória de Setúbal para a Taça de Portugal no último sábado, aproveitando as ausências de Svilar e Júlio César. Varela vai reencontrar a equipa com a qual se estreou na Liga dos Campeões, no jogo da Luz.

- O guarda-redes do CSKA, Igor Akinfeev sofre golos há 43 jogos consecutivos na Liga dos Campeões a partir da fase de grupos, série que teve início no Dragão, frente ao FC Porto, partida que o CSKA perdeu por 2-0, com golos de Quaresma e Lucho. Neste ciclo, Akinfeev sofreu 85 golos no total, média de quase dois golos por jogo (1,98). O guarda-redes do CSKA, de 31 anos, já defrontou duas vezes as águias. Esta época, na Luz, onde sofreu um golo e em 2004/05, também na Luz (1-1).

- O árbitro da partida é o alemão Deniz Aytekin que andou nas bocas do mundo pela atuação no FC Barcelona-Paris Saint-Germain da última temporada que terminou com a goleada da equipa catalã por 6-1 consumando uma reviravolta histórica na eliminatória depois de ter perdido por 4-0 em Paris.