Grande Futebol
Onze factos rápidos sobre o AIK Estocolmo, 1-SC Braga, 1
2017-07-28 18:00:00
Sem qualquer igualdade ao longo de toda a pré-temporada, bracarenses empataram no primeiro jogo oficial

O SC Braga iniciou a temporada de forma positiva ao arrancar um empate a uma bola na deslocação a Estocolmo, onde defrontou o AIK, acalentando, deste modo, legítimas esperanças de seguir em frente na Liga Europa. Tratou-se da primeira igualdade desta fase inicial da temporada. Em oito jogos de pré-época, os bracarenses venceram cinco, registando três derrotas. Ou seja, não havia lugar para o meio termo, para o empate. Os desaires sucederam diante do SC Varzim, fora de portas, Belenenses, em terreno neutro, e Angers, em Braga, naquele que foi o último desafio de preparação. Já as vitórias verificaram-se sobre a equipa B do clube da cidade dos arcebispos, CD Aves, FC Penafiel, Nacional e Marítimo.

- Raúl Silva marcou o golo do SC Braga e acentuou a boa pré-temporada que vinha efetuando. O defesa-central ex-Marítimo elevou para quatro o número de golos nesta fase inicial da pré-época, afirmando-se como melhor marcador dos arsenalistas, à frente do ponta-de-lança Stojilikovic, o segundo melhor marcador com dois remates certeiros, a par de Paulinho.

- Abel Ferreira estreou mais de meia equipa frente ao AIK. Ricardo Esgaio, Raúl Silva, Jefferson, Danilo, Fransérgio e Fábio Martins, todos reforços para 2017/18, foram titulares. Ou seja, da época passada, só Matheus, Rosic, Pedro Santos, Rui Fonte e Stojilikovic é que surgiram na equipa inicial.                                          

- O empate frente ao AIK foi o 20.º da história do SC  Braga na Liga Europa. O clube da cidade dos arcebispos mantém, desta forma, precisamente o mesmo número de vitórias e derrotas na Liga Europa (30). 

- O jogo com os nórdicos simbolizou um número redondo para a equipa portuguesa nesta competição. Foi o jogo 80 do SC Braga na Liga Europa, competição onde os arsenalistas têm história. A 18 de maio de 2011, liderados na altura por Domingos Paciência, defrontaram o FC Porto na final da competição, tendo perdido com um golo solitário de Radamel Falcao, apontado ao minuto 44. Artur; Miguel Garcia, Paulão, Alberto Rodríguez e Sílvio; Custódio, Vandinho, Hugo Viana e Alan; Paulo César e Lima formararm o histórico onze do SC Braga.

- A última vitória dos bracarenses nesta competição sucedeu a 3 de novembro do ano passado, em casa, diante dos turcos do Konyaspor por 3-1. Velázquez, Wilson Eduardo e Ricardo Horta fizeram os golos do triunfo dos bracarenses, ainda sob o comando técnico de José Peseiro.

- Rosic voltou a reincidir, foi admoestado com um cartão amarelo e fez tremer os arsenalistas quando no início da segunda parte (à passagem do minuto 47) foi avisado pelo árbitro. Chegou a temer-se o vermelho, mas Marius Avram, o juiz de campo romeno, ficou-se por uma advertência verbal ao central bracarense.  O defesa sérvio, de 24 anos, viu sete cartões amarelos na última época e um vermelho, na antepenúltima jornada da Liga, diante do Moreirense, na derrota por 2-1 em Moreira de Cónegos.

- O atual plantel do SC Braga não é propriamente experiente em termos europeus, mas curiosamente o jogador com mais jogos até foi suplente, entrando no decorrer da segunda parte. Falamos de Wilson Eduardo. O antigo jogador do Sporting completou em Estocolmo o 29.º jogo com a camisola bracarense.

- Pela primeira vez na edição desta época da Liga Europa, o AIK sofreu um golo. Antes de chegar ao jogo com o SC Braga, a equipa nórdica eliminou o Kí, das Ilhas Faroé, e os bósnios do Zeljeznicar. Na primeira pré-eliminatória empatou fora a zero e depois goleou a modesta equipa do Kí por 5-0. Já frente ao conjunto da Bósnia igualou também fora de portas sem golos, tendo depois vencido por 2-0 na Suécia. Ou seja, o AIK vai decidir o apuramento fora pela primeira vez nesta edição da Liga Europa.

- Sundgren, o autor do golo do AIK, estreou-se a marcar nesta competição. Curiosamente, o melhor marcador do AIK na Liga Europa (Markkanen) foi suplente e só entrou no jogo aos... 89 minutos.

- O argentino Stefanelli relegou Markkanen, o melhor marcador do AIK, para o banco de suplentes. Contratado a 30 de junho deste ano, o jogador teve na quinta-feira oportunidade de estrear-se a titular e é tido como uma das referências da equipa nórdica.

Sê o primeiro a comentar: