Grande Futebol
O pós-Ronaldo do Real Madrid: Críticas, dúvidas e dose de humor
Gomes Ferreira
2018-08-16 18:10:00
No primeiro jogo a sério sem CR7, os merengues perderam para o vizinho rival e Lopetegui estreia-se mal

O pós-Ronaldo no Real Madrid está a fazer mossa na sequência da derrota com o Atlético Madrid para a Supertaça. Ele são críticas, dúvidas e até uma grande dose de humor refletida nas redes sociais que não perdoa o primeiro troféu perdido pelos merengues na era Lopetegui. Fala-se numa equipa "cansada" de vitórias e a viver na pele a ausência do internacional português.

O caso não é para menos e não tem só  a ver com Cristiano Ronaldo. O Atlético Madrid colocou fim a uma série de treze finais internacionais consecutivas arrebatadas pelo Real Madrid, que não perdia uma há...18 anos, desde a final da Taça da Intercontinental em que foi derrotado pelo Boca Juniors, por 2-1, a 28 de novembro de 2000.

Em termos estatísticos, a derrota do Real Madrid faz centrar todas as atenções em Julen Lopetegui, que fez a estreia oficial como treinador do Real Madrid, ele que há mais de dois anos que não treinava um clube (janeiro 2016, FC Porto- Rio Ave).

O técnico espanhol não perdia um jogo oficial como treinador principal desde 2 de janeiro de 2016 quando o FC Porto foi derrotado por 2-0 pelo Sporting de Jorge Jesus, e é o terceiro treinador erm toda a história do Real Madrid que se estreia num jogo oficial a encaixar quatro ou mais golos, após Michael Keeping em 1948 (Real Madrid-Celta de Vigo, 1-4) e Héctor Scarone em 1951 (Atlético Madrid-Real Madrid, 4-0), ambos os jogos para a Liga espanhola.

O comparativo com Zidane também não é poupado neste desaire. Só uma vez o Real Madrid sofreu quatro ou mais golos sob as ordens do técnico espanhol, na derrota dos merengues para o Manchester City por 4-1 para a International Champions Cup 2017.

A discussão central da imprensa de Madrid relaciona-se com a necessidade, ou não, de o Real Madrid reforçar o plantel. A impresa de Madrid continua a reiterar que o técnico espanhol pediu um nove e um defesa central mas que os líderes do clube não parecem muito determinados a dar-lhe esse desejo. Lopetegui deu a entender, na conferência de imprensa pós-match, que o desaire com os colchoneros não terá reflexos na política de contratações: "Não creio que irá mudar grande coisa...".

A imprensa catalã, como não podia deixar de ser, como o "Sport" por exemplo, celebrou a derrota do Real Madrid, "humilhado no prolongamento", destacando que o ex-selecionador espanhol perdeu a sua primeira final diante um "Atlético muito superior". O "Mundo Deportivo" centrou-se mais na alegria do vencedor e titula "Superatleti", destacando a exibição de Diego Costra, autor de dois golos.

Os golos de Saúl e Kpoke suscitaram todas as dúvidas. E o reforço do plantel merengue passou a tema do dia na imprense de Madrid. Assim como as substituições operadas por Lopetegui, sobretudo a saída de Casemiro para dar luagare a Ceballos, aos 76 minutos, que acabaria por dar início à reviravolta do Atlético Madrid consumada no 4-2 final.

Nas redes socias, a derota do Real Madrid foi aproveitada para alguns momentos de bom humor como este:

Imagem Bleacher Report Football

Sê o primeiro a comentar: