Grande Futebol
"No Benfica era o último de quatro avançados"
2019-06-05 15:10:00
Seferovic agradece a Bruno Lage pelo regresso à seleção em que era dado "como acabado e dispensado"

Haris Seferovic tornou-se numa das figuras da Suíça graças a Bruno Lage, que ao substituir Rui Vitória no comando técnico do Benfica permitiu o 'renascimento' do avançado.

O melhor marcador do campeonato português é um dos perigos que a Seleção Nacional enfrenta esta noite, na meia-final da Liga das Nações, e na antevisão do jogo 'responsabilizou' o treinador encarnado.

"Fui muito assobiado e muitos já me davam como acabado e dispensado da Seleção. No entanto, nunca desisti, sempre acreditei em mim e continuei a trabalhar", lembrou, em entrevista ao Blick.

O reconhecimento na Suíça surgiu quando apontou três golos à favorita Bélgica, numa altura em que era a última opção na Luz.

"Depois desse jogo pela seleção voltei ao Benfica, onde não era a primeira escolha, nem a segunda nem a terceira. Era o último de quatro avançados. Com um pouco de sorte, tive uma oportunidade e agarrei-a. Esse jogo com a Bélgica foi importante para mim, mas a reviravolta aconteceu em janeiro no Benfica com o novo treinador e o novo sistema de jogo", afirmou.

Seferovic agradeceu a Bruno Lage por lhe dar a "confiança" que faltava.

"Mudou o sistema de jogo e tudo resultou bem na equipa. Falou muito comigo, disse-me 'Acredita em ti, só tens de correr e os golos aparecem'. Sempre me deu confiança. Eu precisava dele e ele precisava de mim", explicou.

"Os números falam por mim. Melhorei com este novo treinador, ganhei confiança e comecei a marcar. Não preciso de muitas oportunidades", concluiu Seferovic, no final de uma época com 27 golos em 51 jogos.