Grande Futebol
"Multe-me, suspenda-me, não quero saber. Eu vou ao nascimento do meu filho"
2019-06-28 16:45:00
Koulibaly revela uma história curiosa com Sarri, ainda no Nápoles

Kalidou Koulibaly é uma das figuras da defesa do Nápoles há cinco temporadas. Numa altura em que o cenário da sua saída dos napolitanos ganha força, o internacional senegalês concedeu uma entrevista ao Players Tribune onde contou uma história curiosa com Sarri, no dia do nascimento do seu filho.

"A minha mulher deu entrada na clínica de manhã e nós jogávamos em casa com o Sassuolo nessa noite. Estávamos numa sessão de análise de vídeo e o meu telemóvel não parava de vibrar. Normalmente desligo-o, mas estava preocupado com a minha mulher. Ligou-me cinco ou seis vezes. Sarri é um homem muito intenso, por isso não quis atender. Depois saí, peguei no telemóvel e a minha mulher disse-me: 'Tens de vir já. O nosso filho está a nascer'", começou por contar. 

Koulibaly dirigiu-se ao técnico italiano, que não deixou o jogador abandonar a sessão. 

"Sarri olha para mim e diz: 'Não, não, não. Preciso de ti hoje, Koul, preciso mesmo. Não podes ir'. Eu respondi-lhe: 'É o nascimento do meu filho, mister. Suspenda-me, multe-me, não quero saber. Eu vou'. Sarri ficou em stress e começou a fumar o seu cigarro. Depois lá disse: 'Vai lá, mas tens de voltar para o jogo, preciso de ti'", acrescentou. 

Era 16h00 desse dia quando o técnico italiano ligou ao senegalês: "Já estás a voltar? Preciso de ti! Preciso de ti! Por favor". 

Koulibaly deixou a esposa e seguiu para o estádio, onde encontrou uma surpresa. 

"Estou a vestir-me e Sarri entra com a folha que mostrava a equipa. Eu olho, olho e o meu número não está lá. Disse-lhe: 'Mister, está a brincar comigo?' Ele respondeu que era a opção dele. 'Mister, o meu filho, a minha mulher! Disse-me que precisava de mim'. Sarri só disse' Sim, preciso de ti no banco'", contou o jogador, que viria a ser lançado a 22 minutos do fim do jogo.

"Talvez possam achar que é uma história negativa. Mas para mim esta história é tudo o que eu adoro sobre Nápoles. Se eu explicar, vocês não vão entender. É como tentar explicar uma piada. Têm de vir à cidade e depois vão senti-lo. É louca, sim. Mas é calorosa", rematou o jogador. 

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa