Grande Futebol
“O meu filho perguntou-me: ‘porque te matam na argentina?’”, conta Messi
2019-03-29 15:50:00
Entrevista do astro argentino dá que falar em todo o mundo

Leo Messi 'explodiu' numa entrevista concedida à Radio 94.7 Club Octubre, que está a ter ecos em todo o mundo, e respondeu a quem tem criticado as suas exibições ao serviço da equipa das pampas.

O jogador reproduziu uma pergunta que o filho lhe fez. "Muita gente aconselhou-me a não voltar à seleção. Amigos, familiares... O meu filho perguntou-me 'Porque te matam na Argentina?'", conta o astro argentino, que lamenta as mentiras contadas a seu respeito.

"As pessoas engolem tudo o que se diz. E depois eu é que sou o filho da ****. Mas à minha família é a quem mais custa. Disseram-se muitas mentiras e todos os dias se dizem mentiras novas. Tornou-se um hábito dizerem coisas de mim, inventarem... dizerem que eu estou num sítio quando eu não estou lá. A verdade é que tenho uma pubalgia desde a paragem de dezembro e por isso tenho treinado pouco e não tenho feito alguns jogos", afirmou 'La Pulga'.

O internacional argentino explicou ainda que não precisa estar sempre a revelar o sentimento que pela turma das pampas. "Nós amamos a seleção, mas não precisamos de o dizer a toda a hora. Já fizemos muito pela equipa, somos profissionais. Se não, tinha desistido de vir e tinha ficado em casa a desfrutar dos meus filhos."

Sobre o eterno rival Cristiano Ronaldo, Messi abordou a saída do português de Madrid.

"Calhou-me levar com o Cristiano. Era chato vê-lo a levantar taças, mas era ótimo tê-lo a jogar na nossa liga, por tudo o que significa", disse, falando ainda sobre os novos jogadores que têm aparecido no topo do futebol mundial e podem conquistar a Bola de Ouro.

"É difícil eleger um. Neymar, Mbappé, Hazard, Suárez, Agüero. Qualquer deles pode vir a sê-lo."

Assista à entrevista a partir do -1:08:00

Sê o primeiro a comentar: