Grande Futebol
Mãe de Sala recorda última conversa com o filho e exige explicações da tragédia
2019-03-21 12:15:00
"Estamos presos pela raiva mas também pela tristeza que durará a vida inteira", confessa a mãe do malogrado avançado

Mercedes Sala, a mãe do futebolista Emiliano Sala, que morreu quando se preparava para trocar o Nantes pelo Cardiff, continua à procura de respostas para a queda do avião. "Hoje estamos presos pela raiva, mas também pela tristeza que durará a vida inteira."

Em entrevista ao jornal 'L'Équipe", Mercedes Sala quer perceber o "porquê e como morreu Emiliano". "Se é culpado o aeroporto, o piloto, se foi a negligência do empresário..."

A mãe de Sala recorda as últimas palavras que teve com o filho. "Falei com ele antes de ir para o avião e disse-lhe que o faria de novo quando chegasse ao hotel. Horas depois telefonei-lhe mas não atendeu. Meia hora mais tarde tentei novo contacto e nada. Falei então com o agente, que me disse que não sabiam do avião."

Sala tinha assinado contrato com o Cardiff City, clube pelo qual não chegou a jogar, depois de ter marcado 12 golos em 19 jogos na Liga francesa de 2018/19, ao serviço do Nantes. A transferência estava avaliada em 17 milhões de euros.

O corpo do futebolista foi encontrado dentro da avioneta, a norte da ilha de Guernsey, a 3 de fevereiro, sendo identificado quatro dias depois.

De momento, não há informação sobre o paradeiro de David Ibbotson, que pilotava o aparelho.

Sê o primeiro a comentar: