Grande Futebol
Liga das Nações: mal recebida ao início e a convencer os críticos aos poucos
2018-11-20 16:00:00
As principais reações em alguns países à Liga das Nações, a nova competição de seleções da UEFA.

Prestes a ficar concluída a primeira fase da Liga das Nações, é tempo de se começar a fazer um balanço dos primeiros tempos desta nova competição de seleções que veio dar uma nova imagem à UEFA. Com Portugal, Inglaterra, Suíça e Holanda tendo já garantida a presença na final four da recente prova, a verdade é que há uns tempos atrás a ideia para a criação desta Liga nem foi assim muito bem recebida pela generalidade das personalidades ligadas ao desporto rei. Alguns meses depois, as teses sobre a competição parecem ter mudado completamente e há mesmo que lhe chame a “melhor invenção futebolística do século”.

É por aí mesmo que se começa. Em plena Rússia, país que acolheu recentemente o Mundial, a publicação desportiva ‘Sovetskiy Sport’ considera a Liga das Nações como a “melhor invenção futebolística do século”, palavras que merecem destaque na ‘BBC Sport’. O jornal soviético fala mesmo em “magia” para descrever o facto de a competição ter ajudado a UEFA a “voltar a respirar sob os outrora ‘mortos’ e nada intrigantes jogos particulares”. Não muito longe da Rússia, na Ucrânia também se concorda pelo bem que a nova prova trouxe ao futebol europeu. Andriy Pavelko, presidente da federação ucraniana, chamou-lhe a “ideia perfeita da UEFA” e salientou que o organismo conseguiu “a forma de motivação certa para criar oportunidades e incentivos para chegar ao Euro 2020”.

Em França, país que se sagrou campeão do mundo neste verão, mas que falhou o acesso à final four da Liga das Nações, escreve-se que, acima de tudo, se trata de questões financeiras. “Esta nova competição vai dar mais aliciante jogos que não são normalmente excitantes, enquanto que vai dar dinheiro à UEFA e às várias federações de futebol dos países. Não é provável que este troféu agite o interesse dos adeptos, nem motive os jogadores, que certamente irão estar desejosos para ir de férias após uma exaustiva época pós-Mundial”, pode ler-se no ‘Le Parisien’. O ‘Le Monde’, por seu turno, diz que a Liga das Nações “é mais uma daquelas competições das quais não percebemos muito bem as regras”.

A Liga das Nações não foi inicialmente bem recebida em Itália, mas agora já começa a ganhar alguns adeptos. “Deus abençoe a Liga das Nações: das muitas formas que as pessoas recentemente tentaram melhorar o futebol, esta é uma das melhores”, referiu Tancredi Palmeri, comentador de futebol, citado pela ‘BBC Sport’. A publicação inglesa reproduziu ainda declarações do blog ‘Numero Diez’, que refere ser “ainda muito cedo para julgar… mas não se pode deitar ao lixo o potencial desta nova competição para demonstrar jovens talentos”.

Do lado das críticas, algumas das palavras mais acérrimas sobre a Liga das Nações chegou da parte de Jürgen Klopp, já há cerca de um mês atrás. O treinador do Liverpool FC é um claro opositor à competição da UEFA. "Nós temos que começar a pensar nos jogadores. Esperamos que eles voltem saudáveis e possam jogar em competições como a Premier League e a Liga dos Campeões", comentou o técnico alemão.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa