Grande Futebol
Jesualdo Ferreira assume que é difícil "não respirar o ar do futebol”
2020-03-22 17:50:00
O técnico português destaca que no Brasil é muito difícil não conviver com a modalidade

O treinador do Santos, Jesualdo Ferreira, está no Brasil a obedecer às medidas de contingência do clube, devido ao surto de Covid-19 no país, cujos casos estão a aumentar a cada dia que passa.

Em artigo de opinião no jornal O Jogo, o ex-técnico do FC Porto, Sporting e Benfica, assume que no Brasil é difícil passar os dias sem falar ou jogar futebol, país no qual, segundo o próprio, “se respira” futebol.

“O futebol, como as nossas vidas, está suspenso. Aconteceu também aqui, no Brasil, onde o futebol é rei, onde as pessoas respiram futebol. Fica difícil respirar, mas não vejo outra alternativa que não seja seguir à risca as recomendações que nos dão para proteção das nossas vidas”, afirmou Jesualdo Ferreira.

O experiente técnico de 73 anos destaca que o Brasil não está “a conviver bem com as obrigações”, devido à ausência de futebol durante a semana, bem como a impossibilidade de sair de casa neste período.

“O ar livre é a grande alegria dos brasileiros, como é o futebol. É difícil viver sem ele, para nós, atores principais e para outros agentes que estão ligados ao fenómeno. Temos de fazer tudo para vencer este vírus que, até agora, está a ganhar de goleada”, comentou.

Jesualdo Ferreira destaca o bom trabalho feito pela direção do Santos na prevenção da contenção do coronavírus, mas que esta pausa implica fazer uma “nova” pré-época.

“Tenho tido o apoio do presidente e de toda a estrutura do Santos, que tem sido impecáveis. Os jogadores levaram um plano de trabalho, mas tudo isto vai sempre implicar uma nova pré-época”, salientou.