Grande Futebol
Hugo Vieira está a marcar como nunca e a um passo de fazer história
2018-10-21 18:30:00
Hugo Vieira pode vir a fazer algo que nunca um jogador português conseguiu.

Hugo Vieira nunca viveu tempos como estes. Não só em campo, mas também fora dele. O próprio admite: “Aqui valorizam-me de forma incrível... Como nunca me valorizaram, por exemplo, no meu país”. Não surpreende. É aos 30 anos e ao serviço do Yokohama Marinos, um dos clubes históricos e mais bem sucedidos do Japão, que Hugo Vieira vai passando a melhor fase da carreira. Desde que chegou ao clube, em 2017, depois de uma passagem também ela arrasadora pela Sérvia ao serviço do Estrela Vermelha, já apontou quarenta golos. A semanas de terminar contrato com o atual clube, está também às portas de fazer história.

Nunca um português venceu um título no Japão, mas isso poderá estar para mudar nos próximos dias. Não é a primeira vez que Hugo Vieira fica perto disso. Na temporada passada, o Yokohama Marinos esteve na final da Emperor’s Cup, Taça do Japão, com a vitória a acabar a sorrir ao Cerezo Osaka por 2-1 após prolongamento. Este ano, é a terceira competição japonesa que Hugo Vieira está perto de vencer. Daqui a uma semana, a 27 de outubro, o Yokohama Marinos irá defrontar o Shonan Bellmare para a J.League Cup, a Taça da Liga do Japão, curiosamente, no mesmo estádio onde na temporada passada o Yokohama Marinos não conseguiu vencer a taça nipónica.

Com 22 golos em 39 jogos já disputados pelo Yokohama Marinos (na temporada passada foram 18 em 38 jogos), só mesmo Cristiano Ronaldo marcou mais golos do que Hugo Vieira em 2018. Esta é já a temporada mais prolífica de Hugo Vieira na carreira, ultrapassando em um golo o registo que tinha conseguido em 2015/16 ao serviço do Estrela Vermelha quando apontou 21 golos em 35 jogos pelos sérvios. Um registo que faz de Hugo Vieira um herói em Yokohama: “Há muita gente que não tem noção de quão difícil é superar os 20 golos neste país. Há já muitos anos que um jogador do Yokohama Marinos não ultrapassava a barreira das duas dezenas de golos. Daí haver centenas de bandeiras de Portugal nas bancadas. Isso deixa-me orgulhoso”, afirmou em declarações ao jornal Record.

No campeonato a história é outra, mas na J.League Cup, que até é a Taça mais antiga do Japão, Hugo Vieira está próximo de fazer história. Afinal, nunca um português venceu um título no Japão. Uma vitória que salvaria a temporada do Yokohama Marinos que, a quatro jornadas do final do campeonato, se encontra somente na décima posição da liga japonesa apesar de até ter o ataque mais concretizador da prova. Se o campeonato começasse agora, assegura Hugo Vieira, a história seria diferente. Por esta altura, diz, o Yokohama Marinos é quem joga melhor futebol no país. “É fantástico ter alcançado duas finais nos dois anos em que estou no Japão”, confessa ao Record, ainda assim.

O avançado português, que chegou a estar ligado ao Benfica, mas que nunca acabou por encontrar espaço na equipa principal dos encarnados, poderá ainda assim terminar a sua ligação ao Yokohama Marinos sem qualquer título conquistado pelo clube. Com o contrato a terminar em dezembro, com o final da temporada japonesa, o mais provável é Hugo Vieira rumar a outras paragens e um regresso à Europa não está descartado: “Tenho muitas propostas daqui e da Europa. Devo ficar por aqui, embora seja provável que mude de clube. Aqui valorizam-me de forma incrível... Como não me valorizavam, por exemplo, no meu país. Ora, isso acaba por refletir-se dentro de campo”, assinalou.

Haverá espaço em Portugal para Hugo Vieira nesta altura? Até uma chamada à seleção não parece descabida. No ano civil de 2018, só Cristiano Ronaldo marcou mais golos do que Hugo Vieira (33 contra os 22 de Vieira), sendo que de entre os 20 melhores marcadores portugueses em 2018, só Ronaldo e Leonardo Rocha - jovem avançado luso brasileiro nascido em Almada e com passagem por clubes como o AS Mónaco ou CD Leganés -, atualmente ao serviço do Lommel SK da segunda divisão belga, marcam um golo em menos tempo do que Hugo Vieira. Em 2018, Ronaldo tem uma média de um golo a cada 82 minutos, enquanto Leonardo Rocha marca um golo a cada 79 minutos, levando já 14 golos em 19 encontros disputados em 2018. Hugo Vieira, por seu lado, tem uma média de um golo a cada 121 minutos disputados.

Sê o primeiro a comentar: