Grande Futebol
Godín e o favoritismo do Atlético: "É o sentimento do rival..."
2018-04-04 23:55:00
Diego Godín assegurou que é dentro de campo que se comprova o favoritismo.

Atlético de Madrid e Sporting defrontam-se esta quinta feira em encontro a contar para a primeira mão dos quartos de final da Liga Europa e durante a antevisão ao encontro Diego Godín, central uruguaio da equipa espanhola, assumiu que o favoritismo dado pela equipa do Sporting ao Atlético tem de ser justificado dentro de campo. "É um sentimento do rival... Nós queremos demonstrá-lo dentro de campo, é aí que se comprovam os favoritos. É um jogo importante, o primeiro de dois. Toda a gente sabe a importância que tem a primeira mão".

Sobre o adversário, Godín fez-lhe o retrato: "É uma equipa bastante vertical que chega muito à área pelas alas, tem jogadores rápidos. Está a fazer uma boa época em Portugal. É uma equipa difícil e competitiva, de certeza que nos vai colocar as coisas muito difíceis" e admitiu ter discutido a eliminatória frente ao Sporting com Sebastian Coates. "Falamos muito e ainda agora estivemos juntos na seleção agora. Falámos sobre a eliminatória, mas nada em especifico, foi mais sobre o jogo e o difícil que vai ser para os dois".

Diego Godín falou da falta de títulos do Atlético e garantiu que a equipa está "desesperada" para vencer a Liga Europa. "Desde o início que falamos sobre as ‘ganas’ que temos e sobre tudo o que esta competição nos deu. É uma prova importante e à medida que se aproxima do fim torna-se ainda mais bonita. Sabemos qual o caminho, o que significa e o que pode dar depois. A nós deu-nos muito. Jogamo-la com muita vontade e ambição. Estamos dentro de duas competições, amanhã temos grandes aspirações. Temos experiência, sabemos o que significa este caminho. Se tivermos a sorte de ganhar esta competição temos também a possibilidade de disputar a Supertaça Europeia".

"Preparamos todos os jogos com um sentido coletivo. Tentamos ao máximo minimizar as virtudes do adversário. Temos ainda algumas horas para preparar o jogo", resumiu.

O central uruguaio não passou ainda ao lado da recente polémica que envolve o emblema da equipa de Madrid: "É um tema delicado. Existem milhões de adeptos do Atlético no Mundo e cada um tem o seu pensamento. Todos eles têm de ser respeitados e todas as opiniões são importantes. Também tenho a minha. Mas temos de estar focados na parte desportiva. Caminhar todos juntos para podermos fazer uma grande época. Temos de nos focar no jogo de amanhã".

Sê o primeiro a comentar: