Grande Futebol
Gabriel Jesus dá triunfo ao Manchester City em casa do Leicester
2020-02-22 20:10:00
A equipa de Pep Guardiola segue segura no segundo lugar

O Manchester City, com Bernardo Silva a titular, sofreu, mas venceu fora o Leicester, com um golo de Gabriel Jesus já na parte final do jogo, da 27.ª ronda da Liga inglesa de futebol.

A poucos dias de visitar o Real Madrid na Liga dos Campeões, competição de que foi excluída nas duas próximas épocas por violar as regras do 'fair play' financeiro, a equipa de Pep Guardiola venceu com serviços mínimos.

A época não tem sido fácil para os campeões ingleses, muito longe do líder Liverpool e com a anunciada exclusão da Europa, pendente de futuros apelos, nomeadamente em sede do Tribunal Arbitral do Desporto.

No campeonato inglês, as contas encaminham-se para um título do Liverpool, 30 anos depois (1989/90), cenário que poderá acontecer em março e que o Manchester City não parece que poderá fazer mais do que adiar, face à enorme diferença pontual.

A vitória de hoje em Leicester, com Bernardo Silva a titular e garantida com o golo de Gabriel Jesus, aos 80, já depois de Kun Aguero falhar uma grande penalidade (62), deixou a equipa com 57 pontos, mais sete do que os ‘foxes’, terceiros.

O Liverpool, que recebe na segunda-feira o West Ham, tem 76 pontos, e pode, em caso de triunfo, voltar a colocar a diferença em 22 pontos.

A 27.ª jornada abriu com a vitória do Chelsea em Stamford Bridge frente ao Tottenham (2-1), com José Mourinho a ver os ‘spurs’, sem Son, a perderem o segundo jogo consecutivo, desde a lesão que afastará o sul-coreano até final da época.

O jogo ficou marcado também pelo lamento do setor de arbitragem da ‘Premier League’, ao reconhecer pouco depois de terminar o encontro que houve um erro no videoárbitro, ao não alertar para uma ação que daria a expulsão a Lo Celso, do Tottenham.

“Penso que o Michael [Oliver] não viu, porque o corpo do Azpilicueta esconde a bola. A este ponto vai ao VAR. (…) O Dave [Coote] é humano, cometeu um erro. Devia ter recomendado ao árbitro que visse”, explicou Dermot Gallagher, antigo árbitro e atualmente no acompanhamento da arbitragem na competição.

O triunfo consolidou a quarta posição, a última de acesso à Liga dos Campeões, do Chelsea, com 44 pontos, mais quatro do que o Tottenham (quinto) e Sheffield United (sexto), que hoje empatou na receção ao Brighton.

Ao quinto lugar pode ainda subir o Manchester United, caso a equipa de Bruno Fernandes e Diogo Dalot vença no domingo na receção ao Watford (19.º e penúltimo classificado).

Em outros jogos, o Burnley subiu provisoriamente ao sétimo lugar, à espera do jogo de domingo do Wolverhampton, e depois de ter vencido em casa o Bournemouth, por 3-0, enquanto o Southampton bateu o Aston Villa, por 2-0.

Entre equipas que um pouco abaixo do meio da tabela, o Crystal Palace venceu por 1-0 e trocou de lugar com o Newcastle, com as equipas a ocuparem o 13.º e 14.º lugares, respetivamente.