Grande Futebol
Futebol feminino quer estar nas conversações ao mais alto nível
2020-05-18 23:15:00
"Devemos convencer os dirigentes do quão importante é incorporar as mulheres e defender mensagens inclusivas"

O futebol feminino devia estar “presente nas conversações” das diferentes instituições desportivas que debatem formas de combater a covid-19, defendeu hoje a responsável da área feminina da FIFpro.

“Neste momento, devemos convencer os dirigentes do quão importante é incorporar as mulheres e defender mensagens inclusivas”, sublinhou Amanda Vandervort, durante um encontro digital organizado pela ‘The Football Business Academy’.

Segundo a dirigente, o sindicato internacional dos jogadores de futebol tem trabalhado com a UEFA e FIFA para garantir que as mulheres façam parte dos trabalhos em busca de soluções para esta crise sanitária na modalidade, que está a “agravar a problemática das futebolistas”.

Vandervort recordou que nos últimos 18 meses “a trajetória do futebol feminino era fascinante”, com importantes dados de assistência nos estádios e audiência na televisão, contudo, com a pandemia que paralisou o futebol internacional desde março, “agora ninguém poderá dizer com certeza qual será o futuro do futebol”.

“Estamos preocupados que esta pandemia interrompa este crescimento e tenha um impacto negativo na situação das jogadoras. Podemos levá-las mais longe, mas dependemos de um esforço coletivo da comunidade do futebol”, apelou.