Grande Futebol
"Foi uma rivalidade saudável com Messi, os símbolos de dois clubes", diz Ronaldo
2019-10-28 17:25:00
Capitão da Seleção Nacional admite que a rivalidade com o argentino o tornou melhor jogador

Cristiano Ronaldo concedeu uma longa entrevista à France Football, que estará nas bancas esta terça-feira, mas da qual já foram divulgados alguns excertos.

Entre a capacidade de se motivar e a forma como quer ser lembrado quando terminar a carreira, o internacional português voltou a falar da rivalidade com Messi, considerando que os duelos com o argentino permitiram que ambos se tornassem melhores jogadores. 

"Muita gente disse que nos alimentávamos um ao outro. Que jogar um contra o outro em Espanha nos permitiu ser melhores, ter melhores prestações e isso sem dúvida é verdade. No Real Madrid sentia a sua presença mais perto, o que me colocava mais pressão que no Manchester United. Foi uma rivalidade saudável, o símbolo de dois clubes, o Real Madrid e o Barcelona", afirmou.

"Creio que ele disse recentemente que sentia a minha falta no plano competitivo, mas para além disso, a minha motivação não depende dos outros. Eu quero estar sempre no topo", acrescentou. 

Ronaldo admitiu ainda que se "vai desligar de tudo" o que dizem sobre ele quando terminar a carreira, mas que deseja ser recordado como "o melhor um jogador fantástico".

"É sempre agradável quando falam de ti de forma elogiosa. Que digam que fui o melhor, um jogador fantástico. Hoje oiço tudo o que dizem de mim. Depois, quando tudo acabar, no fim da minha carreira, não me vai importar porque vou desligar de tudo", revelou.