Grande Futebol
FIFA investiga transferência de Bruno Fernandes para o Manchester United
2020-05-06 11:35:00
Queixa da Sampdória analisada pelo organismo que gere o futebol internacional

A transferência de Bruno Fernandes do Sporting para o Manchester United está sob investigação por parte da FIFA, na sequência de uma queixa apresentada pela Sampdória, emblema italiano que reclama ter direito a uma verba neste negócio.

"Podemos confirmar que, a 3 de abril de 2020, o clube italiano Sampdória apresentou uma queixa junto da FIFA contra o clube português Sporting, relacionado com as obrigações financeiras estipuladas no contrato correspondente à transferência do jogador português Bruno Miguel Borges Fernandes", confirmou um porta-voz da FIFA à ESPN.

O referido porta-voz, cujo nome não é identificado, acrescenta que "o assunto está, neste momento, a ser investigado" mas não se quis alongar muito mais.

O emblema italiano queixa-se de ainda não ter recebido uma percentagem neste negócio, que entende ter direito, devido a uma mais valia de 10 por cento do lucro. 

Porém, à mesma publicação, uma fonte alega que os leões cumpriram o que estava previsto e entendem estar inocentes nesta situação.

Bruno Fernandes, recorde-se, jogou no clube italiano antes de rumar a Alvalade.

Em 2017, o Sporting contratou o médio internacional português à Sampdória por 8,5 milhões de euros, com a 'Samp' a ficar detentora de 10 por cento de uma mais valia futura.

Em janeiro, os ‘leões’ transfiram Bruno Fernandes para o Manchester United por 55 milhões de euros, mais 25 milhões em variáveis e 10 por cento de uma futura mais-valia.

Bruno Fernandes, natural da Maia, fez a formação no Infesta, Pasteleira e Boavista, clube do qual saiu ainda júnior para o Novara. Em Itália, jogou ainda na Udinese, da qual se transferiu para a Sampdoria.

No clube genovês esteve apenas uma época, seguindo em 2017/18 para o Sporting, emblema em que se tornou capitão e o mais influente jogador, sendo eleito em duas épocas o melhor jogador da I Liga.