Grande Futebol
Fabio Cannavaro deixa o cargo de selecionador da China após dois jogos
2019-04-28 17:55:00
Italiano diz que pretende concentrar-se na família

O italiano Fabio Cannavaro demitiu-se do cargo de selecionador de futebol da China, ao fim de duas derrotas nos dois jogos realizados em casa, anunciou hoje o próprio treinador na rede social chinesa Weibo.

“Com todo o respeito devido, naturalmente, a este grande país que é a China, considero necessário anunciar a decisão de me demitir da minha posição de selecionador”, escreveu o capitão que liderou a seleção italiana ao título mundial de 2006.

Para justificar a sua opção de deixar a seleção, Fabio Cannavaro, de 45 anos, refere ainda na Weibo, uma espécie de Twitter, que pretende concentrar-se totalmente na sua família e na orientação do clube chinês que representa, o Guangzhou Evergrande.

O antigo defesa do Real Madrid e da Juventus sucedeu em março ao seu compatriota e mentor Marcello Lippi, que o indicou, após este se ter demitido na sequência da derrota sofrida pela China (3-0, frente ao Irão de Carlos Queiroz), nos quartos de final da Taça de Ásia.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa