Grande Futebol
Espanha campeã europeia de sub-21 ao bater a Alemanha
2019-06-30 22:10:00
Espanhóis venceram por 2-1

A Espanha sagrou-se hoje campeã europeia de futebol de sub-21, ao vencer por 2-1 a Alemanha, na cidade italiana de Udine, e ‘vingou’ a derrota sofrida há dois anos na final com os germânicos.

Talhada para chegar a finais - disputou oito, quatro das quais nas últimas cinco edições -, a Espanha chegou cedo à vantagem, por Fabián Ruiz, aos oito minutos, e dilatou a vantagem por Dani Olmo, aos 69, no melhor período de jogo da Alemanha.

A dois minutos do fim, a seleção alemã reduziu para 2-1 por Nadiem Amiri, com um remate que ainda ressaltou em Jesús Vallejo e traiu o guarda-redes Antonio Sivera, e regressou ao jogo, mas já não conseguiu verdadeiramente incomodar mais a Espanha.

O encontro principiou praticamente com o golo espanhol por Fabián Ruiz, aos oito minutos, com um remate forte e colocado à entrada da área, sem oposição, e com algumas culpas para a ‘estática’ defesa alemã, que não saiu ao jogador.

A pressão da seleção espanhola, perante a passividade do conjunto germânico, abrandou após a obtenção do golo e disso tiraram partido Nadiem Amiri, aos 18 minutos, Benjamin Henrichs, aos 19, e Levin Öztunali, aos 24, para criar perigo junto à baliza defendida por Antonio Sivera.

A Espanha voltou a criar perigo novamente por Fabián Ruiz, aos 31 minutos, na conversão de um livre que passou perto da barra, mas foi a Alemanha, com três cantos sucessivos, que terminou a primeira parte por cima e a ameaçar o empate.

A seleção germânica manteve a toada no início da segunda parte, dificultando a construção de jogo à Espanha, e criou perigo por Nadiem Amiri, aos 47 minutos, num lance resolvido à segunda, após o guarda-redes Antonio Sivera deixar escapar a bola.

No melhor período do encontro para a Alemanha, a Espanha dilatou a vantagem por Dani Olmo, aos 69 minutos, com um ‘chapéu’ a Alexander Nübel, que defendeu para a frente um primeiro remate de Fabián Ruiz.

A Espanha dispôs, em seguida, de várias oportunidades para aumentar a vantagem, a mais flagrante das quais num remate à barra de Carlos Soler, aos 81 minutos, mas foi a Alemanha que ainda reduziu, por Nadiem Amiri, aos 88, relançando a emoção, mas já sem tempo para chegar ao empate.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa