Grande Futebol
CS Lebowski: o clube que é uma homenagem a quem ama verdadeiramente o futebol
2018-12-14 22:00:00
Fundado em 2010 tornou-se no primeiro clube de futebol detido por adeptos em Itália e levou o futebol punk além do Alpes

Seja em séries documentais ou em puras obras de ficção como é o caso do filme de 1981, Fuga para a Vitória, que juntou Deyna, Pelé, Ardiles e Bobby Moore a Michael Caine e Stallone, desde sempre que o potencial cinematográfico do futebol tem vindo a ser explorado consecutivamente. Desde há vários anos que futebol e cinema andam de mãos dadas e, em Florença, especialmente, desde 2010 quando um grupo de adeptos da Fiorentina, descontentes com o rumo capitalista que o futebol tem vindo a levar, em especial na Serie A italiana, fundou o CS Lebowski, o primeiro clube fundado e detido por um grupo de adeptos em Itália. Sim, Lebowski.

O nome não foi aleatório e certamente já entendeu a relação: serve também como homenagem à personagem representada por Jeff Bridges no filme de 1998 realizado pelos irmãos Coen. Tal como The Dude, um clube descomprometido e pouco dado a modernices e grandes riquezas. Formado em 2010, o CS Lebowski foi uma pedrada no charco do futebol italiano, marcado pela autogestão e por uma organização hierárquica horizontal onde ninguém manda mais do que o outro. Um pouco por todo o Mundo, especialmente em Inglaterra, não faltam exemplos de clubes de futebol punk, mas em Itália o CS Lebowski foi o primeiro.

Formado por antigos adeptos da Fiorentina ou simplesmente por indivíduos descontentes com o rumo tomado pelo futebol moderno muito assente em valores capitalistas, para o CS Lebowski importa o futebol enquanto jogo e pilar fundamental de uma comunidade. Por 20€ época, valor do passe anual, qualquer pessoa se pode tornar sócia do CS Lebowski e tomar parte das decisões tomadas pelo clube. Todo o voto conta e todo o voto tem o mesmo valor. Um modelo único em Itália e a verdadeira definição de democracia ao nível desportivo. Uma verdadeira comunidade. Em dia de jogo, os adeptos do clube reúnem-se, cozinham e comem juntos, trabalham no campo da equipa e todo o orçamento do clube surge de eventos organizados com o objetivo de reunir dinheiro para a época do clube. As fotos anuais tiradas pelo plantel têm sempre a equipa e os adeptos como plano de fundo.

Segundo os fãs do CS Lebowski, estes estão a travar uma batalha na guerra de poderes do futebol, tentando devolver este aos adeptos, os maiores prejudicados da luta constante entre os presidentes e donos dos clubes, federações, associações, patrocinadores, media e autoridades. Para os adeptos do Lebowski, apoderou-se da grande maioria dos adeptos de futebol, em particular em Itália, uma resignação perigosa perante a passividade. Certo, é que as ideias imprimidas pelo CS Lebowski, não só são românticas, como funcionam. Em poucos anos, depois de começarem na mais baixa das divisões do futebol em Itália, o CS Lebowski já tinha subido duas divisões em cinco anos fruto de um modelo inclusivo e no qual não falta uma equipa de juniores e outra de futebol feminino.

O sucesso é naturalmente importante, mas para os adeptos do CS Lebowski, mais importante dos que os resultados desportivos, é a independência conseguida pelo clube. A ausência de um investidor e a auto suficiência permitem ao clube tomar as suas próprias decisões sem que alguém mande mais do que aqueles que por ele lutam todo os dias. Cada um dá tudo de si pelo outro e não há lugar à passividade. O grande desafio até aqui? Ter uma casa fixa. Nos primeiros cinco anos de existência, o CS Lebowski teve três campos diferentes e chegaram a pedir rendas anuais de dez mil Euros ao clube para lá jogar, com o dinheiro gasto em infra estruturas a ser a principal despesa do clube nos tempos que correm.

Muitas vezes nos questionamos quando é que um clube é muito mais do que um clube de futebol e projectos como CS Lebowski, mas também o FC United, o AFC Wimbledon ou o Clapton CFC, têm-no demonstrado ao longo dos últimos anos. Um clube que é um regresso ao passado e uma homenagem a uma das grandes personagens da história do cinema. Um clube para quem ama verdadeiramente o futebol e onde só este importa.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa