Grande Futebol
"Com Félix, Diego Costa e Morata, é inexplicável o Atlético só ter 40 remates"
2019-10-07 15:30:00
'Colchoneros' registaram o quarto jogo em branco para o campeonato

O Atlético Madrid partiu para esta edição da liga espanhola com um tridente ofensivo de respeito, mas em oito jornadas ficaram quatro partidas em branco. "Inexplicável", de acordo com a imnprensa espanhola.

Ontem, diante do Valladolid, os 'colchoneros' foram incapazes de desfazer o nulo, apesar de contarem no ataque com João Félix (a contratação recorde do clube, por 126 milhões de euros), Álvaro Morata (presença habitual na fortíssima seleção espanhola) e Diego Costa (que totaliza 67 golos em 181 jogos no campeonato espanhol e 52 em 89 partidas na liga inglesa).

Esta 'pólvora seca' no campeonato contrasta com a pontaria na Liga dos Campeões: depois de marcar dois golos à temível Juventus (2-2), na primeira jornada do grupo D, foi a Moscovo, na segunda ronda, bater o Lokomotiv (que tinha ido ganhar 2-1 a Leverkusen, na Alemanha) por dois golos sem resposta.

"Para lá dos golos, o problema não parece ser apenas a falta de acerto. O mais grave é a incapacidade para criar perigo", considerou o jornal espanhol Marca, um dos mais conhecidos desportivos da Europa.

A análise lembra que, na última jornada da liga espanhola, o Atlético não fez "um único remate enquadrado" com a baliza do Valladolid, sendo a única situação de perigo uma bola no ferro "aos 82 minutos".

"Parece inexplicável que, com jogadores como João Félix, Diego Costa e Morata, o conjunto 'colchonero' não tenha realizado por esta altura mais de 40 remates às balizas rivais", insistiu a Marca.

Apesar do internacional português ser visado nesta análise, a verdade é que o diagnóstico aponta sobretudo para a 'redundância' de Diego Costa e Morata. 

"Viu-se como não foram capazes de finalizar várias jogadas e chegaram mesmo a atrapalhar-se mutuamente", destacou o jornal espanhol.

Com 580 minutos jogados no campeonato espanhol, João Félix regista dois golos e uma assistência em oito aparições.