Grande Futebol
Carvalhal: "Gaitán e Gameiro tiveram medo de ficar com uma despromoção no CV"
2018-08-29 18:05:00
Carlos Carvalhal recordou a sua passagem pelo comando técnico do Swansea.

Carlos Carvalhal, treinador português que passou pelo comando técnico do Swansea City na temporada passada recordou a sua passagem pelo País de Gales e confessou que chegou a ficar perto de reforçar a equipa com nomes de peso, mas que os jogadores acabaram por rejeitar a mudança para o Swansea com medo de acabarem por ficar com uma despromoção no CV.

"Chegámos a estar invictos durante dez jogos. Nesse período ganhámos ao Arsenal e ao Liverpool, marcámos quatro ao West Ham e também vencemos o Burnley. Estávamos num bom momento, mas algo aconteceu pelo meio. Tentámos contratar vários jogadores mas ninguém quis vir para o Swansea. Estávamos em último. Chegámos a acordo com o Atlético Madrid para trazer o Gaitán e o Gameiro. O Gaitán que é um jogador da seleção argentina e o Gameiro da francesa. Chegamos a acordo por eles, mas os jogadores acabaram por não querer vir. Não teve nada a ver com dinheiro. Tive todo o apoio do presidente e dos investidores para contratar jogadores, mas eles não quiseram vir para o Swansea porque estávamos em último lugar e tinham medo de ficar com uma despromoção no CV. Por isso recusaram", afirmou em declarções ao podcast The Football Ramble.

Sê o primeiro a comentar: