Grande Futebol
Cardiff recorre para o TAS do pagamento da transferência de Sala
2019-10-02 10:40:00
Clube galês não aceita decisão da FIFA

O Cardiff vai recorrer para o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) da decisão de FIFA, que impôs ao clube o pagamento de seis milhões de euros da transferência do futebolista argentino Emiliano Sala, morto num acidente de avião.

“Parece que a decisão [da FIFA] foi tomada com base num ponto particular do diferendo, sem ter em consideração a totalidade dos elementos apresentados pelo Cardiff”, assinalou o clube galês, em comunicado, adiantando que pretende recorrer para o TAS.

Após a morte do avançado argentino, em 21 de janeiro de 2019, o Cardiff suspendeu o pagamento ao Nantes de uma primeira prestação de seis milhões de euros (ME), de um valor total da transferência de 17,3 ME, que tinha sido acordado antes do acidente.

O Nantes recorreu para a FIFA, que recomendou que os dois clubes chegassem a um acordo, mas isso acabou por não se verificar e motivou a decisão anunciada na segunda-feira pelo organismo regulador do futebol mundial.

Emiliano Sala morreu aos 28 anos, num acidente de avião, que desapareceu dos radares na noite de 21 de janeiro, sobre o Canal da Mancha, pouco tempo depois de se ter transferido do clube francês para o Cardiff.

O corpo do avançado argentino foi encontrado nos destroços do avião e recuperado em 07 de fevereiro, mais de duas semanas após o desaparecimento da aeronave, perto na ilha de Guernsey.