Grande Futebol
Kuba queria jogar de borla mas não pode e agora... vai doar dinheiro
2019-02-08 12:05:00
Dinheiro será doado a crianças necessitadas

Jakub Blaszczykowski regressou a Cracóvia para representar o Wisla, que atravessa uma grave crise financeira.

O polaco aceitou jogar de borla mas as regras da Liga não permitem, pelo que o jogador terá de receber, pelo menos, o salário mínimo que ronda os 100 zlotys (23 euros) naquele país.

Kuba, como também é conhecido, decidiu então que esse dinheiro será doado a crianças que vivem em orfanatos, para que, desse modo, possam assistir a jogos do Wisla.

Aos 33 anos, Blaszczykowski procura ajudar a reerguer não apenas o seu clube do coração, mas também as crianças da sua terra.

Kuba alinhou durante vários anos no Borussia Dortmund, tendo passado também pelos italianos da Fiorentina, antes de voltar a terras germânicas para jogar pelo Wolfsburgo.

Agora, voltou à Polónia para continuar a carreira, ganhando 23 euros por mês (por imposição das entidades responsáveis pelo futebol polaco), dinheiro esse que será, então, entregue a crianças

Sê o primeiro a comentar: