Grande Futebol
Associação de Futebol de Macau recusa-se a jogar no Sri Lanka devido à segurança
2019-06-09 14:05:00
Atentados terroristas na base da recusa

A Associação de Futebol de Macau decidiu que não vai enviar a seleção ao Sri Lanka, para a segunda mão do jogo de qualificação do Mundial2022, devido aos atentados terroristas que ocorreram no país na Páscoa.

A seleção de Macau de futebol venceu na quinta-feira em casa o Sri Lanka por 1-0, mas tudo indica que não jogará a segunda partida agendada para terça-feira.

segundo a TDM – Canal Macau, o território pode agora vir a ser castigada pela FIFA.

Os recentes ataques terrotistas e razões de sugurança foram as justificações dadas, no sábado, pela Associação de Futebol de Macau para não se deslocar ao Sri Lanka.

O Sri Lanka tem estado sob tensão desde os atentados de 21 de abril, quando 258 pessoas morreram em ataques suicidas que atingiram três igrejas e três hotéis, e foram reivindicados pelo grupo extremista Estado Islâmico.

No sábado, em entrevista à TDM, o capitão da seleção de Macau afirmou que grande parte dos jogadores estão dececionados com esta decisão porque queriam jogar e passar pela primeira vez na história à fase seguinte da qualificação.

“É com profunda tristeza que recebemos esta notícia. Já sabíamos que havia essa possibilidade, mas, depois de uma vitória na primeira mão, receber esta notícia agora é cair por terra todas as nossas esperanças. Os jogadores estão muito desiludidos”, disse Nicolás Torrão, durante a entrevista.

Entretanto, a grande maioria dos jogadores assinou um comunicado, onde apontam que o futebol em Macau não tem sido respeitado ultimamente e que agora tinham a oportunidade de dar aos “cidadãos, adeptos, familiares e amigos de Macau uma razão para se orgulharem da equipa nacional de Macau”.

Macau está em 183.º lugar do ‘ranking’ da FIFA, enquanto o Sri Lanka é o 202.º da lista com 211 seleções.

Mundial2022, a disputar no Qatar, vai ser o segundo na Ásia, depois do Coreia/Japão de 2002, e deverá ser o último com 32 seleções, já que em 2026 vai contar com 48 nações.

Ainda assim, este mês, a FIFA vai reunir e decidir se antecipa este alargamento já para o Qatar, o que implicaria alguns jogos num país vizinho.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa