Grande Futebol
Aquilani: do Sporting a presidente de um clube. E não só
2018-11-23 14:00:00
Se for, como treinador e presidente, uma parte do que foi como jogador, então podem esperar-se coisas boas.

Cerca de três anos depois de ter sido um jogador assim-assim no Sporting, o italiano Alberto Aquilani quer ser… presidente de um clube. Mais: quer ser presidente e, em simultâneo, treinador. Quem o diz é a imprensa italiana, sobretudo a Gazetta dello Sport e o Goal.com, que falam do interesse do antigo médio italiano de comprar o Spes Montesacro, clube romano que se inspira no Athletic Bilbau. Já lá vamos.

Aos 37 anos, Aquilani não arranjou clube para continuar a jogar, tendo recusado convites de alguns emblemas da Série A, depois de deixar o Las Palmas. Agora, a imprensa italiana explica o motivo: o internacional italiano já tinha na cabeça a vontade de começar a treinar as camadas jovens da AS Roma, clube onde se formou.

Mais: ficando na capital italiana, Aquilani teria condições para colocar em andamento a outra ideia: comprar o Spes, clube que fica na zona norte de Roma. Na verdade, o Spes foi onde Aquilani deu os primeiros passos como jogador, antes de ser “caçado” pela Roma, ainda com idade de juvenil. Segundo o Goal, Aquilani tem interesse em agarrar no clube que sempre quis implementar a política de ter apenas jogadores nascidos e/ou crescidos em Montesacro. A imprensa escreve que o médio terá ficado ainda mais identificado depois de conhecer, in loco, o exemplo do Athletic Bilbau, quando esteve em Espanha.

A talhe de foice, importa dizer que Aquilani passou pelos campeonatos italiano, inglês, espanhol e português, além de ter estado em um Mundial, um Europeu e uma Taça das Confederações. Uma carreira a alto nível, cujas lesões impediram maior consistência. Se for, como treinador e presidente, uma parte do que foi como jogador, então podem esperar-se coisas boas.

Importa recordar que, em Aquilani, havia um fã de “rabonas”. Olé.