Grande Futebol
André Simões: quando a ausência de renovação leva ao afastamento da equipa
2018-11-27 14:00:00
André Simões não chegou a acordo para renovar com o AEK e foi afastado da equipa. O presidente do clube não perdoa.

O nome do português André Simões está em evidente destaque no futebol grego e não tanto por algo conseguido dentro das quatro linhas. O médio de 28 anos, um dos capitães do AEK, foi afastado da equipa pela parte do próprio presidente do clube devido ao facto de não ter chegado a acordo para renovar contrato. A informação foi dada pelo líder do emblema helénico, tendo em conta que André Simões termina o vínculo com o clube no final desta temporada. O português tem vindo a ser um dos indiscutíveis do AEK e até marcou no último jogo, mas ficou de fora da convocatória para o encontro diante do Ajax, para a Liga dos Campeões, devido a esta situação.

“Não é possível jogar sem paixão e vontade. Estou envergonhado. Nem os podia ver. Muitos deviam pagar e não ser pagos para estar no AEK. Quem não quiser ficar, diga-me. André Simões, Lambropoulos e Bakasetas, que não concordam com a renovação dos contratos, que me apresentem uma proposta em janeiro e vão embora.” Foi desta forma que Dimitris Melissanidis, presidente do AEK, reagiu - em declarações citadas pela imprensa grega e reproduzidas na comunicação social portuguesa - às situações contratuais do português e outros dois jogadores, na sequência da derrota do clube grego perante o Panetolikos, durante o fim de semana.

Quem não vai poder contar com André Simões nesta terça-feira frente ao Ajax (grupo do Benfica na Liga dos Campeões) é o treinador Marinos Ouzounidis, que fez questão de frisar a importância dos jogadores em questão, principalmente na conquista do título grego na época passada. “Esses jogadores ofereceram muito ao AEK, conseguimos algo grandioso a época passada, após 24 anos de espera, mas a partir do momento em que não houve acordo nas negociações o clube decidiu agir já. Alguns jogam só por jogar. Esperava muito mais da equipa. É claro que também vamos arcar com o custo dessa sentença em campo, mas as decisões tiveram de ser tomadas”, considerou o técnico em conferência de imprensa.

Esta é a quarta época de André Simões em pleno solo helénico, com a camisola do AEK. O médio de 28 anos rumou ao clube grego em 2015/16, proveniente do Moreirense, e na primeira temporada ganhou logo preponderância na equipa, ao realizar 40 encontros pela equipa. Na época seguinte, o centrocampista foi a jogo em 37 ocasiões. O trajeto de André Simões no AEK culminou em 2017/18, com a surpreendente conquista do campeonato grego, para espanto de muitos, temporada na qual realizou 36 partidas. Nesta época, são já 17 os compromissos disputados pelo jogador português, entre os quais os duelos da Liga dos Campeões, pelo que o afastamento do médio poderá representar um vazio difícil de superar para o setor centrocampista do AEK. Resta saber como irá terminar este problema e se André Simões irá renovar com o clube, ou mesmo assinar por outra equipa a partir de janeiro, data em que poderá fazê-lo.

Sê o primeiro a comentar: