Grande Futebol
Advíncula: Rápido como um Rayo, ora a jogar futebol, ora a percorrer o Mundo
2018-07-30 11:00:00
Desde que deixou o Vitória de Setúbal, o jogador mais rápido do Mundo já passou cinco clubes e quatro países.

Recorda-se de Luis Advíncula? Se o nome lhe é familiar, mas não está bem a ver, nós ajudamos: em 2014/15 chegou a Portugal, a Setúbal, para representar o Vitória FC por empréstimo do TSG Hoffenheim da primeira divisão alemã. A Alemanha não foi a primeira paragem de Advíncula na Europa, essa foi a Ucrânia em 2012, mas desde então nunca mais o lateral peruano deixou de viajar pelo Mundo. Rápido como um Rayo, em campo e a percorrer o Mundo do futebol, Advíncula foi esta semana apresentado como reforço do recém promovido Rayo Vallecano.

Puebla, março de 2018. Chivas e Lobos BUAP defrontaram-se em jogo a contar para a décima primeira jornada do Clausura 2018 que terminou com o título do Santos Laguna. O jogo não tinha à partida qualquer motivo de interesse, porém, mais do que o resultado, um pormenor em particular permitiu a Luis Advíncula ficar na história do futebol. Frente ao emblema de Guadalajara, Advincula foi “apanhado” a 36.15km/h, velocidade que ultrapassou os 35.7km/h registados por Gareth Bale e tornaram o lateral peruano no jogador mais rápido do Mundo.

Rápido como um Rayo, Advíncula vai percorrendo o Mundo tão rapidamente quanto joga futebol. Desde que passou pelo Bonfim, já o lateral peruano conheceu mais quatro países e cinco equipas em apenas quatro anos. Depois da passagem pelo Vitória, Advíncula esteve ao serviço do Bursaspor e Newell’s Old Boys em 2015/16, tendo-se mantido na Argentina no início da temporada seguinte antes de disputar 2017/18 no México. Primeiro, ao serviço do Tigres que o contratou ao Bursaspor a troco de pouco mais de meio milhão de Euros e, depois, ao serviço do Lobos BUAP por empréstimo do Tigres, clube onde acabou por ficar na história do futebol mexicano e internacional.

Depois de um 2017/18 ao serviço do Lobos BUAP onde participou em 28 jogos da equipa recém promovida à primeira divisão mexicana, foi sem surpresa que Advincula surgiu na Rússia como titular da lateral direita de um Peru que encantou o Mundo do futebol pelo seu estilo de jogo aventureiro e ofensivo. Advincula acabou por ser um dos destaques da equipa de Ricardo Gareca e, com isso, garantiu uma transferência para o Rayo Vallecano, por empréstimo do Tigres, também os espanhóis recém promovidos à primeira divisão do seu país.

Quando Advincula finalmente se estrear pelo histórico emblema de Vallecas, o Rayo Vallecano será o 11º clube da carreira do lateral peruano de 28 anos em nove temporadas desde que em 2009 surgiu na primeira equipa do Juan Aurich, clube onde terminou a formação e iniciou a carreira de profissional. Desde então, Advíncula passou pela Ucrânia, regressou ao Peru um mês depois após o SC Tavyria não cumprir o pagamento do lateral, representou o Sporting Cristal, regressou à Europa pela mão do TSG Hoffenheim em 2013/14, visitou o Brasil (Ponte Preta) e regressou ao Sporting Cristal por empréstimo dos alemães, esteve em Portugal em 2014/15 e, o percurso que se seguiu, já nós o explicamos também.

Incansável fora de campo, como dentro dele, Advíncula é rápido como um Rayo quer a jogar futebol, quer a percorrer o Mundo numa carreira futebolística cheia de experiências e aventuras. Em Madrid tem agora nova experiência. Abram alas para o jogador mais rápido do Mundo.

Participa na Liga NOS Virtual
RealFevr
Liga Bancada

Criar equipa